Últimas Notícias

Atividade Econômica - PIB Mensal

Atividade econômica abre o último trimestre com recuo de 0,1%, informa Serasa Experian

18/12/2017

Indústria e agropecuária puxaram para baixo o resultado

Após três trimestres consecutivos de avanços, a atividade econômica brasileira abriu o último trimestre do ano em queda. Segundo o Indicador Serasa Experian de Atividade Econômica (PIB Mensal), houve recuo de 0,1% no ritmo dos negócios em outubro/17 na comparação com setembro/17, já efetuados os devidos ajustes sazonais. Por outro lado, na comparação com o mesmo mês do ano passado, o crescimento em outubro/17 foi de 2,3%. Com este resultado, a atividade econômica acumulou crescimento de 0,8% entre janeiro/17 e outubro/17 na comparação com o mesmo período de 2016.

De acordo com os economistas da Serasa Experian, apesar da economia brasileira não estar mais em recessão, isto não evita que o atual quadro de crescimento econômico ainda contido apresente alguns meses pontuais de retração, a exemplo do que ocorreu em outubro/17.

Pelo lado da oferta agregada, o setor agropecuário recuou 2,8% em outubro/17 ao passo que a indústria caiu 0,7% nesta mesma comparação. Apenas o setor de serviços registrou avanço (0,2%) em outubro/17. Todas as variações acima descritas já estão livres dos fatores sazonais.

Pelo lado da demanda agregada, tosos os componentes recuaram em outubro/17. O consumo das famílias se retraiu 1,1%, o consumo do governo recuou 0,4%. Os investimentos se retraíram de 1,8% e as exportações de 3,6%. Por fim as importações caíram 6,7% em outubro/17.

No acumulado do ano até outubro, a atividade agropecuária acumula taxa de crescimento bastante expressiva: 13,6% em relação ao mesmo período do ano passado. Já a indústria apresenta queda de 0,5% e o setor de serviços registra expansão nula no acumulado dos dez primeiros meses de 2017.

Ainda em relação ao acumulado dos primeiros dez meses de 2017 o consumo das famílias cresceu 0,5%, as exportações avançaram 5,5% e as importações subiram 4,4%. Por outro lado o consumo do governo recuou 0,7% e os investimentos se retraíram 3,1%.

A série histórica deste indicador está disponível em http://www.serasaexperian.com.br/release/indicadores/atividade_ecomonica.htm

Metodologia do Indicador Serasa Experian de Atividade Econômica (PIB Mensal)

Na construção do Indicador Serasa Experian de Atividade Econômica (PIB Mensal) utilizam-se técnicas estatísticas de desagregação temporal com indicadores (Chow-Lin, Fernandez, Litterman e Santos Silva-Cardoso). Cada subcomponente do PIB Trimestral, sem ajuste sazonal, oriundo do Sistema de Contas Nacionais Trimestrais do IBGE, foi desagregado, por cada uma das técnicas supramencionadas, utilizando-se séries de alta freqüência (mensais) altamente correlacionadas com a série a ser desagregada. Considerou-se como estimativa final de cada série mensal associada a cada um dos subcomponentes do PIB Trimestral a média aritmética simples dos valores mensais obtidos por cada uma das técnicas distintas de desagregação temporal.

As séries mensais finais dos subcomponentes foram utilizadas como indicadores para a obtenção das séries dos níveis hierárquicos imediatamente superiores, sempre considerando como estimativas finais, em cada etapa, as médias aritméticas dos valores obtidos pelas quatro técnicas de desagregação temporal. Tal procedimento foi conduzido até chegar-se à última desagregação temporal, ou seja, do PIB Trimestral Consolidado, sendo que, para tanto, consideramos como indicadores mensais as séries desagregadas dos componentes da oferta agregada.

Para a obtenção das estimativas mensais das séries do PIB Trimestral com ajuste sazonal, cada componente mensal desagregado nos procedimentos anteriores (sem ajuste sazonal) foram ajustados sazonalmente utilizando-se TRAMO/SEATS constituindo-se, assim, os indicadores mensais a serem utilizados nas técnicas de desagregação temporal das séries, com ajuste sazonal, do PIB Trimestral.

Você também lê esta notícia no site noticias.serasaexperian.com.br e Twitter @SerasaImprensa

Serasa Experian

A Serasa Experian é líder na América Latina em serviços de informações para apoio na tomada de decisões das empresas. No Brasil, é sinônimo de solução para todas as etapas do ciclo de negócios, desde a prospecção até a cobrança, oferecendo às organizações as melhores ferramentas. Com profundo conhecimento do mercado brasileiro, conjuga a força e a tradição do nome Serasa com a liderança mundial da Experian. Criada em 1968, uniu-se à Experian Company em 2007. Responde on-line/real-time a 6 milhões de consultas por dia, auxiliando 500 mil clientes diretos e indiretos a tomar a melhor decisão em qualquer etapa de negócio.

Constantemente orientada para soluções inovadoras, a Serasa Experian vem contribuindo para a transformação do mercado de soluções de informação, com a incorporação contínua dos mais avançados recursos de inteligência e tecnologia.

Para mais informações, visite www.serasaexperian.com.br

Experian

A Experian é líder mundial em serviços de informação. Nos grandes momentos da vida – desde comprar um carro, passando por mandar seu filho para a faculdade, até a crescer o negócio se conectando com novos clientes – nós empoderamos consumidores e empresas a gerenciarem seus dados com confiança. Nós ajudamos as pessoas a tomarem o controle de suas vidas e acessarem serviços financeiros, os negócios a tomarem decisões mais inteligentes e prosperarem, os credores a emprestarem de forma mais responsável e as organizações a prevenirem fraude de identidade e crime.

Empregamos cerca de 16.000 pessoas em 37 países e a cada dia estamos investindo em novas tecnologias, profissionais talentosos e inovação para ajudar todos os clientes a maximizarem cada oportunidade. A Experian plc está listada na Bolsa de Valores de Londres (EXPN) e compõe o índice FTSE 100.

Saiba mais em www.experianplc.com ou visite o nosso hub de conteúdo global para as últimas notícias sobre a empresa www.experian.com/blogs/news.

  • 2018 Serasa Experian. Todos os direitos reservados.