Últimas Notícias

Inadimplência do Consumidor

Após sete meses de alta, número de inadimplentes cai em junho, revela Serasa

15/08/2017

A queda da inflação, a redução das taxas de juros, a entrada dos recursos do FGTS na economia e a reação do mercado formal de trabalho estão contribuindo para reduzir o patamar de inadimplência do consumidor. O ingresso ou a manutenção do nome no cadastro é um dos fatores que faz o score de crédito ser baixo

Em junho de 2017, o número de consumidores inadimplentes no país chegou a 60,6 milhões, queda de 0,7% em relação a maio, que registrou 61,0 milhões, de acordo com de acordo com o Indicador Serasa Experian de Inadimplência do Consumidor. Este foi o primeiro registro de queda em sete meses.

Segundo os economistas da Serasa, a queda da inflação, a redução das taxas de juros, o ingresso dos recursos do FGTS na economia e a reação do mercado formal de trabalho estão contribuindo para reduzir o patamar de inadimplência do consumidor. Na comparação com junho de 2016, houve aumento de 1,51%.

Inadimplência por região e estados

O estudo também mostra que a região com maior percentual de inadimplentes do país é a Sudeste, com 45,2% do total, seguida da região Nordeste, que corresponde a 25,1% do total. O Sul do país é o terceiro colocado do ranking, com 12,8% dos negativados. Norte e Centro-Oeste ficam em quarto e quinto lugar, respectivamente.

A tabela abaixo mostra o número total de inadimplentes em cada estado e o percentual de inadimplentes em relação à população adulta:

Inadimplência X Score

O ingresso e a manutenção do nome nos cadastros de proteção, além de restringir diretamente o acesso ao crédito e desorganizar a vida financeira das famílias, também contribui para que o score de crédito do consumidor seja baixo. Os pontos do Serasa Score são resultantes do relacionamento do consumidor com o mercado e vão de zero a 1.000. Cada pessoa é pontuada de acordo com a análise de uma série de fatores, como pagamentos de contas em dia, histórico de dívidas negativadas, relacionamento financeiro com empresas e dados cadastrais atualizados. Quanto mais baixo o score, maiores são as chances de o cidadão não honrar seus compromissos financeiros nos próximos 12 meses ou ter acesso facilitado ao crédito.

Porém, ao deixar a lista de inadimplentes, o consumidor começa a melhorar sua pontuação, conquistando uma reputação melhor junto ao mercado de crédito. “Vale lembrar que cada caso é um caso: a elevação ou decréscimo do score após entrada ou saída da lista de inadimplentes dependerá de uma série de fatores, como valor da dívida, quantidade de parcelas em atraso e quanto tempo aquele CPF permaneceu na lista de inadimplência”, explica Carolina Aragao, gerente do SerasaConsumidor.

Além de limpar o nome, pagar as contas em dia, manter os dados cadastrais atualizados e abrir o Cadastro Positivo ajudam a elevar a pontuação. Acessar o Serasa Score (www.serasascore.com.br) também é uma maneira de fazer o controle do “currículo financeiro”, acompanhando o que o mercado está vendo sobre você. “Entender sua pontuação e o impacto que ela pode causar em seus objetivos de consumo contribuem para a organização de suas finanças”, diz Carolina.

Confira dicas dos especialistas da Serasa para sanear as contas atrasadas:

  • Consulte o site do Serasa Consumidor (www.serasaconsumidor.com.br) e verifique se você está negativado.
  • Caso sua opção seja buscar crédito no mercado, verifique antes seu Serasa Score para ter um indicativo de quais são suas chances de conseguir um financiamento (www.serasaconsumidor.com.br/score).
  • Consulte o serviço Limpa Nome Online (www.serasaconsumidor.com.br/limpa-nome-online), do SerasaConsumidor, e veja qual a proposta do credor para sua dívida atrasada.
  • Renegocie as dívidas de maneira que as novas parcelas da renegociação caibam no bolso e, somadas aos débitos já existentes (desconsiderando o imobiliário), não ultrapassem 20% da renda mensal.
  • Prepare-se antes de renegociar: coloque na ponta do lápis todas as despesas fixas e as contas já assumidas ou previstas. Assim, é possível saber o quanto está disponível para pagar a nova dívida que será renegociada, escolhendo quais as condições e formas de pagamento que melhor se encaixam no orçamento.
  • O consumidor inadimplente com direito ao resgate do FGTS deve utilizar ao menos parte do valor recebido para quitar dívidas pendentes.
  • Use o crédito mais barato para pagar dívidas mais caras: um crédito consignado poderá ser a saída para as parcelas atrasadas do cartão de crédito ou do cheque especial, por exemplo.

Serasa Score

O Serasa Score é um dos modelos estatísticos existentes no mercado para a análise de risco de crédito. As empresas podem utilizar outros que são desenvolvidos de acordo com as suas necessidades. O score para o consumidor é uma ferramenta já disseminada nas maiores economias do mundo. O conhecimento da pontuação, bem como sua evolução ou involução, e o conteúdo educacional oferecido pelo Serasa Score beneficiam significativamente quem quer entender seu crédito e o impacto que ele pode causar em seus objetivos de consumo, estimulando o cidadão a melhorar seu currículo financeiro e organizar suas contas.

O score é dinâmico e avaliado no momento da consulta, considerando as informações disponíveis na base de dados da Serasa Experian.

Metodologia Serasa Score

O peso de cada informação do Serasa Score é definido de acordo com um estudo do comportamento histórico de grupos de indivíduos não identificados. Esses grupos são compostos por pessoas com características financeiras parecidas. Desse modo, estatisticamente, é possível comparar os resultados obtidos por um consumidor específico com outros do mesmo grupo para o cálculo do Serasa Score.

A pontuação vai de zero a 1.000 pontos: até 300 pontos há alto risco de inadimplência; médio risco entre 300 e 700 e baixo risco para quem acumula pontuação acima de 700 pontos.

Você também lê esta notícia no site noticias.serasaexperian.com.br e Twitter @SerasaImprensa

Serasa Experian

A Serasa Experian é líder na América Latina em serviços de informações para apoio na tomada de decisões das empresas. No Brasil, é sinônimo de solução para todas as etapas do ciclo de negócios, desde a prospecção até a cobrança, oferecendo às organizações as melhores ferramentas. Com profundo conhecimento do mercado brasileiro, conjuga a força e a tradição do nome Serasa com a liderança mundial da Experian. Criada em 1968, uniu-se à Experian Company em 2007. Responde on-line/real-time a 6 milhões de consultas por dia, auxiliando 500 mil clientes diretos e indiretos a tomar a melhor decisão em qualquer etapa de negócio.

Constantemente orientada para soluções inovadoras, a Serasa Experian vem contribuindo para a transformação do mercado de soluções de informação, com a incorporação contínua dos mais avançados recursos de inteligência e tecnologia.

Para mais informações, visite www.serasaexperian.com.br

Experian

A Experian é líder mundial em serviços de informação. Nos grandes momentos da vida – desde comprar um carro, passando por mandar seu filho para a faculdade, até a crescer o negócio se conectando com novos clientes – nós empoderamos consumidores e empresas a gerenciarem seus dados com confiança. Nós ajudamos as pessoas a tomarem o controle de suas vidas e acessarem serviços financeiros, os negócios a tomarem decisões mais inteligentes e prosperarem, os credores a emprestarem de forma mais responsável e as organizações a prevenirem fraude de identidade e crime.

Empregamos cerca de 16.000 pessoas em 37 países e a cada dia estamos investindo em novas tecnologias, profissionais talentosos e inovação para ajudar todos os clientes a maximizarem cada oportunidade. A Experian plc está listada na Bolsa de Valores de Londres (EXPN) e compõe o índice FTSE 100.

Saiba mais em www.experianplc.com ou visite o nosso hub de conteúdo global para as últimas notícias sobre a empresa www.experian.com/blogs/news.

  • 2017 Serasa Experian. Todos os direitos reservados.