Últimas Notícias

Marketing Services

Como equilibrar volume e frequência dos e-mails para não cair no spam

21/05/2014

Enviar e-mails marketing pode parecer comum e simples, mas devido à grande quantidade de empresas que massificam suas campanhas e fazem milhões de disparos para suas listas de destinatários, os provedores passaram a adotar regras que determinam quais mensagens serão entregues às caixas de entrada. Uma das mais importantes normas é uma equação, definida por “volume x frequência”.

Para ter um bom índice de entrega junto aos provedores é importante que, ao definir uma estratégia, o número de destinatários total, ou seja, o volume seja estabelecido. Caso haja necessidade de aumento, esse deve ser orgânico, entre 5% e 10%, a cada 15 dias. Já a frequência é a periodicidade com a qual aquele número pré-definido de contatos será impactado pelas campanhas do remetente.

Tanto frequência quanto volume devem ser estabelecidos previamente e respeitados ao longo da campanha, a fim de criar uma reputação com os servidores de destino. Se essas variáveis recebem alteração muito brusca em um período curto de tempo, o remetente pode ser identificado como spammer e sofrer bloqueio.

Apesar de fundamental, este não é o único fator que influencia as entregas das campanhas de e-mail marketing. São também consideradas as configurações do SPF, delegações de domínio ou subdomínio, utilização de uma base opt-in, segmentação da base por interação, boas práticas, entre outras ações.

###

  • 2017 Serasa Experian. Todos os direitos reservados.