Últimas Notícias

Notícias

Consumidor mais velho prefere contratar seguro e mais novo busca serviços de telefonia, aponta estudo inédito da Serasa Experian

18/01/2013

Levantamento inédito analisou cerca de 1 milhão de propostas feitas para contratação de crédito e serviços no Brasil

Estudo inédito da Serasa Experian aponta as diferenças de consumo de crédito e serviços entre as gerações no Brasil. Enquanto os consumidores mais velhos optam pela contratação de seguros, principalmente de carros, os mais novos, com afinidade maior com a tecnologia, buscam adquirir serviços de telefonia. O levantamento considerou cerca de 1 milhão de consultas realizadas pelas empresas de todo o país na Serasa Experian no primeiro semestre de 2012.

Os consumidores foram divididos em quatro grupos no estudo: os Veteranos, nascidos até 1945; os Baby Boomers, de 1946 a 1965; a geração X, de 1966 a 1977, e a geração Y, a partir de 1978.

No total de demanda de crédito e contratação de serviços, a geração Y corresponde a 38,7%; a X a 28,6%; os Baby Boomers a 27,5% e Veteranos a 5,2%.

Na análise por segmento (bancos e financeiras, varejo e serviços, telefonia, seguradoras, serviços básicos), apresentada na tabela a seguir, a demanda por crédito em instituições financeiras está em primeiro lugar em todas as gerações.

Veteranos e Baby Boomers. Na comparação entre essas gerações, a diferença de hábitos consumo é bem distinta. Para os Veteranos, as seguradoras ocupam o segundo lugar, com 21,2% de suas contratações de serviços, sendo 95% para automóveis. Esta geração valoriza a segurança e a proteção do patrimônio. Os Veteranos nasceram em uma época de conflitos mundiais e de instabilidade política no Brasil. Cresceram em um período em que o crédito era reduzido e se restringia a poucos financiamentos de imóveis. Ter uma propriedade era seu sonho de consumo. No estudo da Serasa Experian, eles também são os que consomem mais serviços básicos (8,4%), considerando que passam o tempo todo em casa.

Já para os Baby Boomers, a telefonia está em segundo lugar na tabela acima, mas é seu principal serviço contratado, diante da dependência pela telefonia móvel e acesso à internet. Esta geração é de um período de redefinição dos valores tradicionais, composta por indivíduos que passaram por um reposicionamento político mundial (a Guerra Fria) e, no Brasil, experimentaram escassa oferta de crédito em sua chegada à vida adulta. Hoje, apreciam o estilo de vida, fazem planejamento de longo prazo, e entre suas preocupações de consumo estão formar ativos para aposentadoria, tais como imóveis e carros, além de ter um bom plano de saúde. Como muitos desta geração ainda trabalham, as demandas dos Baby Boomers junto ao varejo e serviços representam 20,5% do total e estão mais próximas das verificadas nas gerações X (21,1%) e Y (21,7%) do que nos Veteranos (19,5%).

Geração X. A geração X, que viveu crises econômicas e hiperinflação nos anos 80 e experimentou, já adulta, a introdução de tecnologias no seu dia a dia, apresenta seu segundo maior volumes de busca por crédito em varejo e serviços (21,1%). Em terceiro lugar estão os serviços de telefonia (18,5%), por conta da TV por assinatura, planos de telefonia móvel e de internet. É um grupo que conta com uma amplitude maior de consumo (hipoteca da casa, carro, férias, por exemplo), e geralmente não paga seus gastos à vista. Por esse motivo, também busca crédito em bancos e financeiras (32,2%).

Geração Y. No caso da geração Y, a telefonia é o destaque de consumo, com 22% de suas demandas por crédito e serviços no período analisado pela Serasa Experian. Nada mais lógico para a primeira geração que cresceu com computador em casa e ao lado das novas tecnologias, como os smartphones, e que vive na era das redes sociais. São jovens brasileiros que chegaram à idade de consumo com a economia estabilizada e com o crédito em expansão. Eles buscam facilidade de pagamento, não são apegados a marcas e muitas vezes guiam suas escolhas de consumo pelas mídias sociais.

Para Carlos Henrique de Almeida, economista da Serasa Experian, “a importância deste estudo é conhecer como o consumidor está se financiando no crédito. A apresentação por gerações contribui para se distinguir hábitos de consumo. Neste momento de alta inadimplência e de estímulos ao consumo, compreender a atitude do consumidor é determinante para as empresas”.

Segmentos econômicos. Além de analisar as demandas por crédito e serviços dentro de cada geração, o estudo da Serasa Experian também verificou como elas estão distribuídas nos segmentos econômicos (veja tabela abaixo):


Dessa forma, a busca por crédito nos bancos e financeiras é distribuída entre: 39% da geração Y; 28,2% da geração X; 27,6% dos Baby Boomers e apenas 5,2% são dos Veteranos.

Na telefonia, a contratação de serviços é composta por: 44,9% são da geração Y; 28% da geração X; 23,3% são Baby Boomers e apenas 3,8 são Veteranos.

Nas seguradoras, do total das contratações realizadas, 30,6% eram de consumidores da geração Y; 29,3% da X; 33,9% dos Baby Boomers e apenas 6,2% pelos Veteranos. Nota-se que, na primeira tabela, os seguros representam muito do consumo financiado pelos Veteranos, mas na análise por segmentos, eles não estão entre os clientes mais ativos das seguradoras.

No varejo e serviços, a geração Y corresponde a 39,8% do total de demandas por produtos e serviços neste segmento. A geração X representa 28,7%, os Baby Boomers, 26,7%, e os Veteranos, 4,8%.

Nos serviços básicos, 36,8% das contratações foram para a geração Y, 29,9% para a X, 24,5% para os Baby Boomers e 8,8% para os Veteranos.

Por fim, nos outros setores, 38,8% de sua demanda foram realizadas pela geração Y, 29,8% para a X, 26,9% para os Baby Boomers e 4,5% para os Veteranos.

Serasa Experian

A Serasa Experian é líder na América Latina em serviços de informações para apoio na tomada de decisões das empresas. No Brasil, é sinônimo de solução para todas as etapas do ciclo de negócios, desde a prospecção até a cobrança, oferecendo às organizações as melhores ferramentas. Com profundo conhecimento do mercado brasileiro, conjuga a força e a tradição do nome Serasa com a liderança mundial da Experian. Criada em 1968, uniu-se à Experian Company em 2007. Responde on-line/real-time a 6 milhões de consultas por dia, auxiliando 500 mil clientes diretos e indiretos a tomar a melhor decisão em qualquer etapa de negócio. É a maior Autoridade Certificadora do Brasil, provendo todos os tipos de certificados digitais e soluções customizadas para utilização da tecnologia de certificação digital e de Notas Fiscais Eletrônicas (NF-e), tornando os negócios mais seguros, ágeis e rentáveis.
Constantemente orientada para soluções inovadoras em informações para crédito, marketing e negócios, a Serasa Experian vem contribuindo para a transformação do mercado de soluções de informação, com a incorporação contínua dos mais avançados recursos de inteligência e tecnologia.
Para mais informações, visite www.serasaexperian.com.br

Experian

A Serasa Experian é parte da Experian, líder mundial em serviços de informação, fornecendo dados e ferramentas de análise a clientes ao redor do mundo. O Grupo auxilia os clientes no gerenciamento do risco de crédito, prevenção a fraudes, direcionamento de campanhas de marketing e na automatização do processo de tomada de decisão. A Experian também apoia pessoas físicas na verificação de seus relatórios e scores de crédito e na proteção a fraudes de identidade.

A Experian plc está registrada na Bolsa de Valores de Londres (EXPN) e compõe o índice FTSE 100. A receita total para o ano fiscal encerrado em 31 de março de 2012 foi de US$ 4,5 bilhões. A empresa emprega cerca de 17.000 pessoas em 44 países e possui sede corporativa em Dublin, na Irlanda e sedes operacionais em Nottingham, no Reino Unido; na Califórnia, Estados Unidos, e em São Paulo, Brasil.

Para mais informações, visite www.experianplc.com

# # #

  • 2017 Serasa Experian. Todos os direitos reservados.