Últimas Notícias

Estudos Econômicos

Esgotamento da renda e consumo mais racional nos supermercados

02/07/2012

Estudo elaborado pela Serasa Experian avaliou o desempenho do segmento de supermercado, com base em 5.100 balanços de 1.200 empresas do segmento, no período de 2006 a 2011. Em função de características distintas, os dados foram segmentados em “pequeno e médio” e “grande” porte e comparados com o setor do comércio em geral. Para a análise de 2011, foram considerados os balanços registrados na base de dados da Serasa Experian entre janeiro e abril de 2012.

Em 2011 houve estabilização das vendas dos supermercados, comparadas a 2010 e anos anteriores, influenciada pela redução da capacidade de consumo da população com menor renda, devido à alta dos preços conjugada com maior endividamento decorrente da maior utilização do crédito.

“Os avanços das receitas, em 2009 e 2010, refletem o desempenho positivo da renda e do emprego da população e, para os grandes grupos, houve ainda a inauguração de pontos de venda, com destaque para unidades especializadas no consumo popular. Os supermercados não foram afetados significativamente pela crise financeira mundial, por sustentar-se na demanda doméstica”, aponta Márcio Torres, gerente de análise de crédito da Serasa Experian.

No acumulado dos últimos cinco anos, os supermercados apresentaram evolução de 49,4% (médios e pequenos portes) e 41,1% (grande porte), enquanto que o comércio em geral cresceu 40,8% no mesmo período.

 

A rentabilidade dos grandes supermercados, em 2011, manteve-se estável, dentro dos patamares históricos do segmento. A sutil elevação nos últimos períodos deve-se, em parte, a incorporação de produtos importados que, diante do longo período de valorização do real sobre o dólar, ficaram mais baratos que aqueles oferecidos no mercado interno.

A demanda aquecida da população, tanto em 2009 quanto em 2010, possibilitou, ao setor supermercadista, aplicar reajustes acima dos praticados pelos fornecedores e aumentar ligeiramente a rentabilidade.

 

 

“No último período, os supermercados mostraram-se menos endividados do que o comércio em geral. Entretanto, o perfil do endividamento mostra que, em 2011, os financiamentos bancários se elevaram para 75% do capital próprio dos grandes supermercados e 50%, dos de médios e pequenos portes”, afirma Márcio Torres.

“O setor supermercadista é favorecido por trabalhar com bens de consumo cotidiano e estar próximo do consumidor final. Fatores como reajuste do salário mínimo, manutenção do baixo desemprego e expansão da renda nacional contribuem para que continue apresentando um bom desempenho. A estimativa de controle inflacionário possibilitará que a população com menor poder aquisitivo aumente o consumo nos supermercados”, finaliza.

Serasa Experian

A Serasa Experian é líder na América Latina em serviços de informações para apoio na tomada de decisões das empresas. No Brasil, é sinônimo de solução para todas as etapas do ciclo de negócios, desde a prospecção até a cobrança, oferecendo às organizações as melhores ferramentas. Com profundo conhecimento do mercado brasileiro, conjuga a força e a tradição do nome Serasa com a liderança mundial da Experian. Criada em 1968, uniu-se à Experian Company em 2007. Responde on-line/real-time a 6 milhões de consultas por dia, auxiliando 500 mil clientes diretos e indiretos a tomar a melhor decisão em qualquer etapa de negócio. É a maior Autoridade Certificadora do Brasil, provendo todos os tipos de certificados digitais e soluções customizadas para utilização da tecnologia de certificação digital e de Notas Fiscais Eletrônicas (NF-e), tornando os negócios mais seguros, ágeis e rentáveis.

Constantemente orientada para soluções inovadoras em informações para crédito, marketing e negócios, a Serasa Experian vem contribuindo para a transformação do mercado de soluções de informação, com a incorporação contínua dos mais avançados recursos de inteligência e tecnologia.

Visite www.serasaexperian.com.br

Experian

A Serasa Experian é parte da Experian, líder mundial em serviços de informação, fornecendo dados e ferramentas de análise a clientes ao redor do mundo. O Grupo auxilia os clientes no gerenciamento do risco de crédito, prevenção a fraudes, direcionamento de campanhas de marketing e na automatização do processo de tomada de decisão. A Experian também apoia pessoas físicas na verificação de seus relatórios e scores de crédito e na proteção a fraudes de identidade.

A Experian plc está registrada na Bolsa de Valores de Londres (EXPN) e compõe o índice FTSE 100. A receita total para o ano fiscal encerrado em 31 de março de 2012 foi de US$ 4,5 bilhões. A empresa emprega cerca de 17.000 pessoas em 44 países e possui sede corporativa em Dublin, na Irlanda e sedes operacionais em Nottingham, no Reino Unido; na Califórnia, Estados Unidos, e em São Paulo, Brasil.

Para mais informações, visite http://www.experianplc.com

  • 2017 Serasa Experian. Todos os direitos reservados.