Últimas Notícias

Falências e Recuperações

Pedidos de falência para micro e pequenas empresas caem 26,8% em abril, afirma Serasa Experian

06/05/2010

O Indicador Serasa Experian de Falências e Recuperações registrou queda de 26,8% nas falências requeridas para micro e pequenas empresas, de 123 em março para 90 em abril de 2010. O recuo também foi observado entre as médias empresas (9,1%, de 44 para 40) e as grandes (42,8%, de 28 para 16). No total, houve redução de 25,1% nos requerimentos de falência, de 195 registros em março para 146 em abril.

Em relação às falências decretadas, a comparação mensal entre abril e março de 2010 mostra alta de 7,1% concentrada entre as pequenas empresas, já que as médias e grandes mantiveram os patamares de março.

Quando se comparam os quadrimestres, ou seja, os quatro primeiros meses deste ano em relação ao mesmo período do ano passado, o número de falências requeridas cai 8,7%. As médias empresas se destacam, com 14,4% de queda no período.

O número de falências decretadas, na comparação quadrimestral, caiu 1,9%, com queda de 3,8% entre as micro e pequenas, (de 235 para 226), e de 66,7% entre as grandes, (de 9 para 3). As médias empresas tiveram alta de 66,7% neste primeiro quadrimestre (de 15 para 25 registros).

Análise

Com algumas exceções, decorrentes das dificuldades das empresas exportadoras, os indicadores de insolvência das empresas apresentam quedas, tanto na comparação mensal quanto na quadrimestral.

As variações mensais estão influenciadas pela evolução da atividade econômica e pelo menor número de dias úteis, 20 em abril e 23 em março. O crescimento das receitas tem facilitado a administração do fluxo de caixa das empresas, mesmo em um ambiente de crédito ainda não normalizado para os negócios.

Na comparação do 1º quadrimestre 2010/2009, os recuos são justificados por duas conjunturas econômicas distintas. Nos primeiros quatro meses de 2010, o país registra altas taxas de crescimento, enquanto no mesmo período de 2009, havia recessão, com baixa oferta de crédito e elevada inadimplência das empresas.

A perspectiva é de que os indicadores de falências e recuperações continuem em queda, por conta das melhores condições financeiras das empresas e pela recuperação, mesmo que lenta, do crédito às empresas.

Por fim, com a elevação da taxa Selic, definida no final de abril, e a perspectiva de novas altas, inicia-se um ciclo de aperto monetário, o qual colocará a economia num ritmo de crescimento anual de 5%, o que é ainda favorável. Assim, tal ciclo não deverá incrementar os indicadores de insolvência corporativa.

Confira abaixo as tabelas completas com os números de falências e recuperações, na comparação mensal e no acumulado no quadrimestre:

 

Metodologia do Indicador Serasa Experian de Falências e Recuperações

É construído a partir do levantamento mensal das estatísticas de falências (requeridas e decretadas) e das recuperações judiciais e extrajudiciais registradas mensalmente na base de dados da Serasa Experian, provenientes dos fóruns, varas de falências e dos Diários Oficiais e da Justiça dos estados. O indicador é segmentado por porte.

Serasa Experian

A Serasa Experian é líder na América Latina em serviços de informações para apoio na tomada de decisões das empresas. No Brasil, é sinônimo de solução para todas as etapas do ciclo de negócios, desde a prospecção até a cobrança, oferecendo às organizações as melhores ferramentas. Com profundo conhecimento do mercado brasileiro, conjuga a força e a tradição do nome Serasa com a liderança mundial da Experian. Criada em 1968, uniu-se à Experian Company em 2007. Responde on-line/real-time a 4 milhões de consultas por dia, auxiliando 400 mil clientes diretos e indiretos a tomar a melhor decisão em qualquer etapa de negócio. É a maior Autoridade Certificadora do Brasil, provendo todos os tipos de certificados digitais e soluções customizadas para utilização da tecnologia de certificação digital e de Notas Fiscais Eletrônicas (NF-e), tornando os negócios mais seguros, ágeis e rentáveis.

Constantemente orientada para soluções inovadoras em informações para crédito, marketing e negócios, a Serasa Experian vem contribuindo para a transformação do mercado de soluções de informação, com a incorporação contínua dos mais avançados recursos de inteligência e tecnologia.

www.serasaexperian.com.br

Experian

A Serasa Experian é parte do grupo Experian, líder mundial em serviços de informação, fornecendo dados e ferramentas de análise a clientes em mais de 65 países. A empresa auxilia os clientes no gerenciamento do risco de crédito, prevenção a fraudes, direcionamento de campanhas de marketing e na automatização o processo de tomada de decisão. A Experian plc também apóia pessoas físicas no gerenciamento de seus relatórios e scores de crédito e na proteção a fraudes de identidade.

A Experian plc está registrada na Bolsa de Valores de Londres (EXPN) e compõe o índice FTSE 100, que é o principal indicador do desempenho médio das cotações da Bolsa de Londres. A receita total para o ano fiscal encerrado em 31 de março de 2009 foi de US$ 3,9 bilhões. A empresa emprega cerca de 15.000 pessoas em 40 países e possui sede corporativa em Dublin, na Irlanda e sedes operacionais em Nottingham, no Reino Unido; em Costa Mesa, na Califórnia e em São Paulo, Brasil.

Para mais informações, visite http://www.experianplc.com

  • 2017 Serasa Experian. Todos os direitos reservados.