Últimas Notícias

Perspectiva da Atividade Econômica

Atividade econômica cai 0,2% em novembro, revela Indicador Serasa Experian de Perspectiva

27/01/2010

Crescimento econômico se desacelera no final deste 1º trimestre de 2010

O Indicador Serasa Experian de Perspectiva da Atividade Econômica registrou, em novembro, variação negativa de 0,2%, seguindo o recuo de 0,1% verificado no mês de outubro/09. Com a queda de novembro, o indicador atingiu o nível de 100,2 (o valor do indicador para o mês de outubro/09 foi revisado de 100,1 para 100,4).

De acordo com a sua metodologia de construção, o Indicador Serasa Experian de Perspectiva da Atividade Econômica busca visualizar, com seis meses de antecedência, a posição cíclica da economia brasileira. Assim, segundo o indicador, a economia brasileira continuará crescendo ao longo dos próximos meses, porém tal ritmo deverá exibir alguma desaceleração a partir do final deste primeiro trimestre de 2010.

É importante notar que, durante os meses de janeiro e agosto de 2009, as variações mensais do Indicador Serasa Experian de Perspectiva da Atividade Econômica foram iguais ou superiores a 0,2% (gráfico a seguir), prognosticando que ao longo do segundo semestre de 2009 e início de 2010, a economia brasileira passaria por um processo de crescimento mais acelerado, o que de fato vem ocorrendo. Com efeito, o Indicador Serasa Experian de Atividade Econômica (PIB Mensal) divulgado ontem (26/01), revelou que a taxa anualizada de crescimento econômico atingiu 7,3% em novembro/09 (média móvel trimestral).

 

 

Por fim, o fato do Indicador Serasa Experian de Perspectiva da Atividade Econômica estar oscilando ligeiramente acima do nível 100 a partir de julho de 2009 (no gráfico a seguir), significa que o hiato do produto, isto é, a diferença entre o PIB Real e o PIB Potencial, zerado neste início de 2010, deverá permanecer no território positivo ao longo deste primeiro semestre. Entretanto, tal “descolamento” mostra-se bem menos intenso que os verificados em 2004 e em 2008 não representando, assim, maiores riscos ao controle inflacionário.

Metodologia dos Indicadores Serasa Experian de Perspectiva

O objetivo dos Indicadores Serasa Experian de Perspectiva é antever, num horizonte de seis meses, em que fase do ciclo estarão as seguintes variáveis econômicas: (i) atividade econômica, (ii) concessões reais de crédito ao consumidor, (iii) concessões reais de crédito às empresas, (iv) inadimplência do consumidor e (v) inadimplência das empresas. Em geral, as variáveis econômicas apresentam ciclos compostos por quatro fases distintas: (1) expansão, (2) reversão, (3) crise e (4) recuperação. Os Indicadores Serasa Experian de Perspectiva mostrarão, justamente, a posição cíclica, para os próximos seis meses, de cada uma destas variáveis.

Cada Indicador Serasa Experian de Perspectiva é construído analisando-se o poder explicativo e a antecedência de explicação de um universo de 325 variáveis econômicas e financeiras sobre a variável-objetivo. Para tanto, todas as 325 variáveis “candidatas” bem como a variável-objetivo foram filtradas usando-se a técnica de ondaletas, a qual nos permite estudar as relações entre as variáveis “candidatas” a variável-objetivo em diversas escalas de tempo. Hoje, as ondaletas são adotadas em diversos campos, como a física (dinâmica molecular, astrofísica, geofísica -– previsão de terremotos, mecânica quântica), processamento de imagem (análise de EEG e DNA, clima, reconhecimento da fala e visão artificial) e compressão de dados (o JPEG 2000 utiliza essa técnica).

No caso, utilizamos as escalas de tempo compreendidas entre 16 a 32 meses e entre 32 a 64 meses, regiões onde se caracterizam os movimentos dos ciclos econômicos.

Para cada escala de tempo foram selecionadas, das 325 variáveis “candidatas”, aquelas que antecipam, de forma significativa, a variável-objetivo entre 6 e 18 meses de antecedência. Selecionadas as variáveis “candidatas”, estas foram agregadas mediante a aplicação de componentes principais, após terem sido colocadas na mesma fase de 6 meses em relação à variável-objetivo.

O resultado composto, isto é, em cada escala de tempo, dos modelos de projeção entre a variável-objetivo e os componentes principais, colocado em base 100, constitui o Indicador Serasa Experian de Perspectiva.

Serasa Experian

A Serasa Experian é líder na América Latina em serviços de informações para apoio na tomada de decisões das empresas. No Brasil, é sinônimo de solução para todas as etapas do ciclo de negócios, desde a prospecção até a cobrança, oferecendo às organizações as melhores ferramentas. Com profundo conhecimento do mercado brasileiro, conjuga a força e a tradição do nome Serasa com a liderança mundial da Experian. Criada em 1968, uniu-se à Experian Company em 2007. Respondendo on-line/real-time a 4 milhões de consultas por dia, auxiliando 400 mil clientes diretos e indiretos a tomar a melhor decisão em qualquer etapa de negócio. É a maior Autoridade Certificadora do Brasil, provendo todos os tipos de certificados digitais e soluções customizadas para utilização da tecnologia de certificação digital e de Notas Fiscais Eletrônicas (NF-e), tornando os negócios mais seguros, ágeis e rentáveis.

Constantemente orientada para soluções inovadoras em informações para crédito, marketing e negócios, a Serasa Experian vem contribuindo para a transformação do mercado de soluções de informação, com a incorporação contínua dos mais avançados recursos de inteligência e tecnologia.

www.serasaexperian.com.br

Experian

A Serasa Experian é parte do grupo Experian, líder mundial em serviços de informação, fornecendo dados e ferramentas de análise a clientes em mais de 65 países. A empresa auxilia os clientes no gerenciamento do risco de crédito, prevenção a fraudes, direcionamento de campanhas de marketing e na automatização o processo de tomada de decisão. A Experian plc também apóia pessoas físicas no gerenciamento de seus relatórios e scores de crédito e na proteção a fraudes de identidade.

A Experian plc está registrada na Bolsa de Valores de Londres (EXPN) e compõe o índice FTSE 100, que é o principal indicador do desempenho médio das cotações da Bolsa de Londres. A receita total para o ano fiscal encerrado em 31 de março de 2009 foi de US$ 3,9 bilhões. A empresa emprega cerca de 15.000 pessoas em 40 países e possui sede corporativa em Dublin, na Irlanda e sedes operacionais em Nottingham, no Reino Unido; em Costa Mesa, na Califórnia e em São Paulo, Brasil.

Para mais informações, visite http://www.experianplc.com

  • 2017 Serasa Experian. Todos os direitos reservados.