Últimas Notícias

Estudos de Inadimplência

Inadimplência com cheques é a menor em treze meses

18/11/2009

Indicador Serasa Experian de Cheques sem Fundos – Out/2009

Inadimplência com cheques é a menor em treze meses, revela Serasa Experian

Juros mais baixos, geração de empregos formais e recuperação da renda influenciaram queda

A inadimplência com cheques no Brasil foi de 1,92% em outubro de 2009, conforme revela o Indicador Serasa Experian de Cheques Sem Fundos. Foi o menor percentual verificado desde setembro de 2008. Quando comparado com setembro último, o levantamento apontou uma queda de 1,0% no número de devoluções de cheques, a terceira consecutiva desde agosto. Vale lembrar que o cheque é considerado desprovido de fundos a partir de sua segunda devolução.

Mesmo com o bom desempenho das vendas, o Dia das Crianças não inverteu a seqüência de recuos no percentual de cheques devolvidos, observam os técnicos da Serasa Experian. Os bons resultados também são notados na relação de outubro de 2009 sobre outubro do ano anterior. Nesta variação, a inadimplência com cheques recuou 4,5%. Foi a primeira vez no ano em que a correlação com igual mês de 2008 apresentou decréscimo.

O retorno do crescimento econômico, com  juros mais baixos, geração de empregos formais (com carteira assinada) e recuperação da renda têm proporcionado melhores condições para a queda da inadimplência com cheques, avaliam os analistas. Os técnicos também destacam que em outubro de 2008, o país entrava na crise financeira global e estava diante de uma situação inédita, com redução da liquidez, queda do consumo, da produção e do emprego e aumento da inadimplência.

No acumulado de janeiro a outubro, a inadimplência com cheques foi de 2,19%. Na comparação com o mesmo período do ano anterior, o número de devoluções de cheques cresceu 11,7%, sinal de que a inadimplência elevada, verificada no primeiro semestre, ainda afeta o resultado acumulado no ano.

Os especialistas ressaltam que nos primeiros três meses do ano, por conta dos ajustes na oferta de crédito, o cheque pré-datado foi mais utilizado pelo varejo para financiar suas vendas. A adoção de critérios menos rigorosos na concessão de crédito, via pré-datado, também é mencionada pelos técnicos como um fator que contribuiu para as elevações nos indicadores de inadimplência com cheques no segundo trimestre.

Para os últimos dois meses do ano, a perspectiva dos analistas da Serasa Experian é de que a inadimplência com cheques continue em queda, por conta do 13º salário. O comportamento do consumidor no crédito, nas festas de final de ano, irá determinar o nível de inadimplência do primeiro trimestre de 2010, prevêem os especialistas.

Confira abaixo tabela com o número total de cheques devolvidos e compensados no país, no mês de outubro de 2009, e no acumulado de janeiro a outubro de 2009.

 

Período                                  Total Devolvidos                   Total Compensados

Out/09                                               1.974.345                              102.694.254

Jan-Out/09                                        22.478.501                            1.027.648.858

 

Nos estados e regiões

O Amapá segue sendo o estado com o maior percentual de cheques devolvidos no país (9,75%). São Paulo, por sua vez, se manteve como o de menor número de devoluções (1,69%). Entre as regiões, a Norte lidera com 4,98% de cheques devolvidos, ao passo que a Sudeste é a última do ranking, com 1,80% de devoluções.

 Veja abaixo o ranking completo com o percentual de cheques devolvidos nos dez primeiros meses de 2009, por Estado.

ESTADOS/REGIÕES JAN-OUT/2009
1 Amapá 9,75%
2 Maranhão 9,43%
3 Acre 8,80%
4 Roraima 8,72%
5 Sergipe 8,07%
6 Tocantins 6,48%
7 Piauí 5,89%
8 Rio Grande do Norte  5,87%
9 Paraíba 5,62%
10 Alagoas 5,39%
11 Pará 5,17%
12 Mato Grosso 4,15%
13 Rondônia 3,74%
14 Amazonas 3,47%
15 Bahia 3,23%
16 Ceará 3,14%
17 Distrito Federal 3,02%
18 Goiás 2,77%
19 Espírito Santo 2,43%
20 Rio Grande do Sul 2,35%
21 Pernambuco 2,31%
22 Mato Grosso do Sul 2,19%
Brasil 2,19%
23 Minas Gerais 2,05%
24 Paraná 2,00%
25 Santa Catarina 1,90%
26 Rio de Janeiro 1,76%
27 São Paulo 1,69%
1 REGIÃO NORTE 4,98%
2 REGIÃO NORDESTE 3,71%
3 REGIÃO CENTRO-OESTE 2,93%
4 REGIÃO SUL 2,10%
5 REGIÃO SUDESTE 1,80%

 

Serasa Experian

A Serasa Experian é líder na América Latina em serviços de informações para apoio na tomada de decisões das empresas. No Brasil, é sinônimo de solução para todas as etapas do ciclo de negócios, desde a prospecção até a cobrança, oferecendo às organizações as melhores ferramentas. Com profundo conhecimento do mercado brasileiro, conjuga a força e a tradição do nome Serasa com a liderança mundial da Experian. Criada em 1968, uniu-se à Experian Company em 2007. Respondendo on-line/real-time a 4 milhões de consultas por dia, auxiliando 400 mil clientes diretos e indiretos a tomar a melhor decisão em qualquer etapa de negócio. É a maior Autoridade Certificadora do Brasil, provendo todos os tipos de certificados digitais e soluções customizadas para utilização da tecnologia de certificação digital e de Notas Fiscais Eletrônicas (NF-e), tornando os negócios mais seguros, ágeis e rentáveis.

Constantemente orientada para soluções inovadoras em informações para crédito, marketing e negócios, a Serasa Experian vem contribuindo para a transformação do mercado de soluções de informação, com a incorporação contínua dos mais avançados recursos de inteligência e tecnologia.

www.serasaexperian.com.br

Experian

A Serasa Experian é parte do grupo Experian, líder mundial em serviços de informação, fornecendo dados e ferramentas de análise a clientes em mais de 65 países. A empresa auxilia os clientes no gerenciamento do risco de crédito, prevenção a fraudes, direcionamento de campanhas de marketing e na automatização o processo de tomada de decisão. A Experian plc também apóia pessoas físicas no gerenciamento de seus relatórios e scores de crédito e na proteção a fraudes de identidade.

A Experian plc está registrada na Bolsa de Valores de Londres (EXPN) e compõe o índice FTSE 100, que é o principal indicador do desempenho médio das cotações da Bolsa de Londres. A receita total para o ano fiscal encerrado em 31 de março de 2009 foi de US$ 3,9 bilhões. A empresa emprega cerca de 15.000 pessoas em 40 países e possui sede corporativa em Dublin, na Irlanda e sedes operacionais em Nottingham, no Reino Unido; em Costa Mesa, na Califórnia e em São Paulo, Brasil.

Para mais informações, visite http://www.experianplc.com

  • 2017 Serasa Experian. Todos os direitos reservados.