Últimas Notícias

Estudos de Inadimplência

Inadimplência com cheques é de 1,96% em agosto, 11% menor que em julho, revela Serasa Experian

21/09/2009

Em agosto de 2009, o Indicador Serasa Experian de Cheques Sem Fundos apontou um recuo de 11% no volume de cheques devolvidos em relação aos compensados, na comparação com julho. Segundo o levantamento, em agosto foram devolvidos 19,6 cheques a cada mil compensados, ou seja, de todos os cheques compensados no país, 1,96% foram devolvidos. Em julho, por sua vez, as devoluções de cheques representaram 2,21% do total de compensados (Foram devolvidos 22,1 cheques a cada mil compensados). Vale lembrar que o cheque é considerado desprovido de fundos a partir de sua segunda devolução.

A melhora da conjuntura econômica, acompanhada pelo crescimento do emprego, principalmente o formal, são fatores atribuídos pelos analistas da Serasa Experian para a redução no número de cheques devolvidos. O efeito calendário, com os dois dias úteis a menos em agosto, também é mencionado como facilitador do decréscimo.

Já na variação entre o acumulado de janeiro a agosto de 2009 sobre o mesmo período de 2008, a inadimplência com cheques cresceu 14,2% ante os compensados. Nos oito primeiros meses do ano, foram devolvidos 22,5 cheques por mil compensados (2,25% de inadimplência com cheques), ao passo que em igual acumulado do ano anterior, foram 19,7 cheques devolvidos por mil compensados (1,97% de devoluções).

A alta no volume de cheques sem fundos também é verificada na variação anual, agosto de 2009 sobre agosto de 2008, com 8,9% de crescimento. No oitavo mês do ano anterior, foram devolvidos 18 cheques a cada mil compensados (1,8% de cheques devolvidos).

Os especialistas destacam que o cheque foi a alternativa do varejo para financiar seus clientes durante o período mais crítico da crise – o 1º trimestre do ano –, quando a inadimplência alcançou 23,6 cheques devolvidos a cada mil compensados, ou 2,36%, recorde histórico. No 2º trimestre, o indicador era de 22,5 cheques devolvidos a cada mil compensados (2,25%). Agora, no 4º bimestre (julho e agosto), o resultado é de 20,8 cheques devolvidos a cada mil compensados, ou 2,08%..

Ao analisarem estes números, os técnicos constatam que a inadimplência com cheques cai lentamente após março, acompanhando a recuperação econômica, devendo seguir neste ritmo até o final do ano. No entanto, este indicador será maior que o de 2008, inaugurando um novo patamar histórico na devolução de cheques, preveem os analistas.

Veja abaixo tabela com o total de cheques devolvidos e compensados, nos acumulados de 2009 e 2008, em agosto e julho de 2009, e agosto de 2008.

 

Período Devolvidos Compensados
Janeiro a agosto/2009 18.558.716 824.483.660
Janeiro a agosto/2009 18.364.324 930.279.675
Ago/2009 1.987.688 101.276.332
Jul/2009 2.312.805 104.515.887
Ago/2008 1.986.844 110.081.540

 

Nos estados e regiões

No acumulado de janeiro a agosto de 2009, o Amapá foi o estado que apresentou maior percentual de cheques devolvidos no país (9,45%) em relação aos compensados. O estado, que no ranking anterior estava na terceira colocação, superou Acre e Maranhão no percentual de devoluções de cheques. Já na outra ponta da tabela, São Paulo se mantém com o menor percentual de cheques devolvidos (1,75%). Entre as regiões, a Norte foi a primeira do ranking, com 5,09% de cheques devolvidos, enquanto a região Sul foi a com menor percentual (1,86%).

Veja abaixo o ranking completo com o percentual de cheques devolvidos nos oito primeiros meses de 2009, por Estado.

ESTADOS/REGIÕES JAN-AGO/2009
1 Amapá 9,45%
2 Maranhão 9,40%
3 Acre 9,15%
4 Roraima 8,66%
5 Sergipe 8,10%
6 Tocantins 6,48%
7 Rio Grande do Norte 6,03%
8 Piauí 5,98%
9 Paraíba 5,67%
10 Alagoas 5,43%
11 Pará 5,33%
12 Mato Grosso 4,28%
13 Rondônia 3,86%
14 Amazonas 3,50%
15 Bahia 3,31%
16 Ceará 3,18%
17 Distrito Federal 3,10%
18 Goiás 2,85%
19 Espírito Santo 2,50%
20 Rio Grande do Sul 2,42%
21 Pernambuco 2,38%
22 Mato Grosso do Sul 2,25%
Brasil 2,25%
23 Minas Gerais 2,12%
24 Paraná 2,04%
25 Santa Catarina 1,96%
26 Rio de Janeiro 1,83%
27 São Paulo 1,75%
1 REGIÃO NORTE 5,09%
2 REGIÃO NORDESTE 3,78%
3 REGIÃO CENTRO-OESTE 3,02%
4 REGIÃO SUL 2,15%
5 REGIÃO SUDESTE 1,86%

  • 2017 Serasa Experian. Todos os direitos reservados.