Últimas Notícias

Estudos de Inadimplência

Férias, inverno e namorados fazem cheques sem fundos subir em julho, revela Serasa Experian

19/08/2009

O volume de cheques devolvidos por mil compensados cresceu 9,4% em julho de 2009, na comparação com junho, conforme revela o Indicador Serasa Experian de Cheques Sem Fundos. De acordo com o levantamento, em julho foram devolvidos 22,1 cheques a cada mil compensados, e em junho, 20,2. Ao todo, houve 2,31 milhões de devoluções de cheques em julho, e 104,52 milhões de compensações. Em junho, foram 2,14 milhões de cheques devolvidos, e 105,96 milhões de compensados. Vale lembrar que o cheque é considerado desprovido de fundos a partir de sua segunda devolução.

O aumento da inadimplência com cheques, para os técnicos da Serasa Experian, deve-se aos presentes para o Dia dos Namorados, financiados com cheque pré-datado, que tiveram o vencimento da 2ª parcela; às compras por causa do inverno mais rigoroso, aos maiores gastos nas férias em viagens domésticas, em detrimento aos destinos para o exterior com maior incidência de gripe suína, e ao maior número de dias úteis em julho (23), em relação a junho (21).

Segundo os analistas, desconsiderando o efeito calendário, foram esses mesmos motivos que fizeram com que o número de cheques devolvidos aumentasse 11% em julho de 2009 na relação sobre julho de 2008. No sétimo mês do ano passado, foram devolvidos 19,9 cheques por mil compensados, com um total de 2,36 milhões de devolvidos, e 118,49 milhões de compensados.

O crescimento da inadimplência com cheques também é verificado na variação acumulada. De janeiro a julho de 2009, houve uma elevação de 14,5% no volume de cheques devolvidos a cada mil compensados, na comparação com o mesmo período do ano anterior. Foram devolvidos 22,9 cheques a cada mil compensados nos sete primeiros meses de 2009, e 20,0 em igual acumulado de 2008. Ao todo, foram devolvidos 16,57 milhões de cheques, e compensados 723,21 milhões de janeiro a julho deste ano. Em 2008, no mesmo período, foram 16,38 milhões de cheques devolvidos, e 820,20 milhões de compensados.

De acordo com os especialistas da Serasa Experian, a evolução de 14,5% verificada no acumulado do ano se deve à conjuntura econômica e a condição financeira do consumidor, diferentes entre os períodos: Em 2008 o país crescia, com igual desempenho do emprego e da renda e com crédito farto, enquanto em 2009 o cenário é de crise, com a economia fortemente impactada no 1º trimestre, com crédito escasso e freada brusca na atividade econômica. Os analistas também destacam que a utilização não criteriosa do cheque pré-datado, para financiar o consumo, foi praticada por vários estabelecimentos, para driblar o crédito menor.

Apesar da recuperação verificada a partir da metade de abril, os técnicos observam que as referências atuais ainda não são tão favoráveis quanto às do ano passado, com efeitos diretos na inadimplência com cheques, que possui a característica de ser mais rápida em sua anotação. Para os meses de agosto e setembro, a expectativa dos especialistas é de que a inadimplência com cheques se mantenha em patamar elevado, perdendo força no último trimestre deste ano.

Nos estados e regiões

No acumulado de janeiro a julho de 2009, o Maranhão foi o estado que apresentou o maior número de cheques devolvidos por mil compensados (94,6), seguido pelo Acre (93,4). Já o menor índice, foi registrado no estado de São Paulo (17,8). Entre as regiões, o maior volume de cheques devolvidos por mil compensados foi verificado na região Norte (51,8). A região Sudeste, por sua vez, foi a com menor número (18,9).

Veja abaixo o ranking completo de cheques devolvidos a cada mil compensados nos sete primeiros meses de 2009, por Estado.

ESTADOS/REGIÕES JAN-JUL/2009
1 Maranhão 94,6
2 Acre 93,4
3 Amapá 91,7
4 Roraima 88,1
5 Sergipe 82,2
6 Tocantins 65,1
7 Rio Grande do Norte 61,3
8 Piauí 60,6
9 Paraíba 57
10 Pará 54,5
11 Alagoas 54,3
12 Mato Grosso 44
13 Rondônia 39,5
14 Amazonas 35,2
15 Bahia 33,7
16 Ceará 32,4
17 Distrito Federal 31,5
18 Goiás 29,1
19 Espírito Santo 25,6
20 Rio Grande do Sul 24,7
21 Pernambuco 24,2
22 Mato Grosso do Sul 23
Brasil 22,9
23 Minas Gerais 21,5
24 Paraná 20,7
25 Santa Catarina 19,9
26 Rio de Janeiro 18,7
27 São Paulo 17,8
1 REGIÃO NORTE 51,8
2 REGIÃO NORDESTE 38,4
3 REGIÃO CENTRO-OESTE 30,8
4 REGIÃO SUL 21,9
5 REGIÃO SUDESTE 18,9

 

  • 2017 Serasa Experian. Todos os direitos reservados.