Últimas Notícias

Estudos de Inadimplência

Indicador de Falências e Recuperações, Pedidos de falências recua

06/08/2009

Em julho de 2009, o Indicador Serasa Experian de Falências e Recuperações registrou 216 pedidos de falências em todo o país, abaixo dos 224 requerimentos verificados em junho último, mesmo com o sétimo mês contando com 2 dias úteis a mais que o anterior. As falências decretadas, por sua vez, também apresentaram recuo. Em julho deste ano, foram 67 decretos de falência, contra 71 em junho.

Para os técnicos da Serasa Experian, tais quedas se devem à melhora econômica, fundamentada na volta gradual do crédito, nos juros mais baixos e no crescimento da atividade devido ao aumento de consumo e produção em determinados setores.

Em contrapartida, as recuperações judiciais requeridas apresentaram crescimento em julho, mostrando que os bons sinais econômicos ainda não são generalizados. Foram 72 pedidos de recuperação judicial em julho, ao passo que no sexto mês do ano houve 57 requerimentos.

A elevação é seguida pelas recuperações judiciais deferidas. No sétimo mês de 2009, foram aceitos 51 pedidos de falência, acima dos 42 deferimentos de junho. Segundo os técnicos, como as recuperações judiciais deferidas são uma etapa mais avançada do processo de recuperação, os números de julho retratam um período anterior, mais crítico da crise.

Quanto às recuperações judiciais concedidas, verificou-se estabilidade na comparação mensal, com 7 eventos em julho de 2009, mesmo número observado em junho.

Em julho de 2009, não foi observado nenhum pedido de recuperação extrajudicial. Em junho último, foram 3 registros. E não houve nenhuma recuperação extrajudicial wwwda, tanto em julho como em junho de 2009.

No acumulado do ano (janeiro a julho), os pedidos de falência somaram 1385 eventos, volume superior aos 1353 observados em igual período de 2008. Por outro lado, as falências decretadas apresentaram queda. De janeiro a julho de 2009 foram 472 decretos, contra 559 nos sete primeiros meses do ano anterior.

Os analistas observam que a maior utilização do requerimento de falência não foi seguida pelas falências decretadas, evidenciando que os pedidos estão sendo utilizados como instrumento de cobrança, ante um cenário de dificuldade financeira das empresas.

Os especialistas também ressaltam que a menor oferta de crédito, interna e externa, o maior endividamento das empresas para realizar investimentos, e a aversão ao risco em escala global definiram uma atividade econômica em queda, principalmente no 1º trimestre do ano, gerando grandes dificuldades financeiras para as empresas.

Já as recuperações judiciais e extrajudiciais, em todas as suas modalidades, apresentaram significativas elevações, por serem alternativas às empresas com problemas financeiros para evitarem a falência.

De janeiro a julho deste ano, ocorreram 463 pedidos de recuperação judicial, contra 159 requerimentos no mesmo período do ano passado. As recuperações judiciais deferidas, por sua vez, foram 307 nos sete primeiros meses de 2009, acima das 108 em igual período de 2008.

Quanto às recuperações judiciais concedidas, registraram-se 50 concessões nos sete primeiros meses de 2009, enquanto no mesmo período de 2008 foram 8 registros.

No que diz respeito às recuperações extrajudiciais, foram 6 requerimentos de janeiro a julho deste ano, 1 a mais que os 5 registrados em igual período de 2008. Houve, ainda, 3 wwwções de recuperação extrajudicial nos sete primeiros meses de 2009, contra 1 no acumulado de janeiro a julho de 2008.

Na análise julho 2009/2008, os números de falências e recuperações refletem o mesmo cenário analisado no acumulado do ano. No sétimo mês de 2008, registraram-se 183 pedidos e 77 decretos de falências.

Quanto às recuperações judiciais, foram observados 22 requerimentos no sétimo mês de 2008 e 18 deferimentos. Sobre as recuperações judiciais concedidas, houve 2 concessões em julho do ano passado. Já as recuperações extrajudiciais, tanto requeridas como wwwdas, não apresentaram nenhum evento.

Para os técnicos, consolidando-se a recuperação econômica, os indicadores de insolvência das empresas devem regredir, a exemplo do apontado pelas falências, na variação mensal.

  • 2017 Serasa Experian. Todos os direitos reservados.