Últimas Notícias

Notícias

Expectativa para faturamento no Dia dos Pais é a melhor do ano

24/07/2009

Mesmo com a opinião dos empresários dividida entre 41% esperando aumento do faturamento no Dia dos Pais 2009 e outros 41% aguardando estabilidade, no ano é o maior percentual de empresários acreditando em elevação do faturamento, numa data comemorativa do comércio. Apenas 18% esperam queda de seu faturamento na comparação Dia dos Pais 2009/2008. Cabe lembrar que, nessa data de 2008, os efeitos da crise ainda não haviam chegado à economia brasileira. O que evidencia que o Dia dos Pais 2009 traduz uma recuperação das expectativas dos empresários no consumo.

Análise por porte

As maiores empresas do varejo são as mais otimistas para a data, com 54% de seus empresários aguardando expansão do faturamento no Dia dos Pais 2009, em relação a igual data do ano passado. 37% respondem por estabilidade e 9% pela queda.

As médias empresas seguem a posição das grandes com 49% opinando por aumento do faturamento, 33% em estabilidade e 18% em queda. Este último, o pessimismo, é o dobro do verificado nas grandes empresas.

As pequenas empresas são as menos otimistas, 38% apostam em crescimento, 43% em estabilidade e 19% em queda de seu faturamento na comparação Dia dos pais 2009/2008.

De forma geral, o crescimento médio do faturamento deve ser de 15% e a média da queda de 19,2%.

Análise regional

As empresas do Nordeste são as mais otimistas, com 54% de seus empresários do varejo percebendo aumento do faturamento na data. A seguir estão o Norte (45%), Centro-Oeste (43%), Sul (40%) e Sudeste (37%).

Presentes demandados

As roupas, sapatos e acessórios serão os presentes mais procurados no Dia dos Pais 2009, com participação de 59% no faturamento do varejo. Na sequência, estão os celulares (18%), aparelhos eletrônicos (7%), Perfumaria (5%), Vinhos e demais bebidas (2%), Jóias, relógios e caneta (2%) e Ferramentas (2%). As opções de presentes menos relevantes são: DVD/CD e livros, Refeições em restaurantes e Jogos eletrônicos.

No Dia dos Pais 2008, os presentes destacados foram: roupa, sapatos e acessórios (43%), celulares (33%), eletrônicos (8%), perfumaria (4%) e ferramentas (3%), entre outros.

A maior preferência pelos itens de vestuário, calçados e acessórios em 2009 (59% contra 43% do ano passado) pode ser explicado pelo inverno mais rigoroso neste ano, favorecendo a comercialização desta linha de produtos.

Composição das Vendas

53% das vendas serão à vista e 47% a prazo.

Meios de Pagamento

Neste Dia dos Pais, as vendas à vista terão participações no faturamento: 44% serão em dinheiro, 22% em cartão de crédito, 17% em cheques, 16% em cartão de débito e 1% com cartão da própria loja (Private Label).

Nas vendas a prazo, o cartão de crédito está em 1º lugar, com participação no faturamento de 40%. A seguir estão: cheque pré-datado 32%, Financiamento ou crediário 20%, cartão de débito parcelado 4%, cartão de loja parcelado 2% e outras formas 2%.

No Dia dos Pais de 2008, as venda à vista foram: por dinheiro (38%), cartão de crédito (22%), cheque (20%), cartão de débito (15%), cartão de loja (2%) e outros (2%). As vendas a prazo: cheque pré-datado (35%), cartão de crédito parcelado (31%), financiamento ou crediário (28%), cartão de débito parcelado (4%) e cartão de loja parcelado (2%).

Análise         

A volta do crédito para pessoa física, os prazos mais longos de financiamento, os juros mais baixos, a confiança do consumidor em alta e a renúncia fiscal estão promovendo a recuperação do consumo, o que gera nos empresários uma melhor expectativa para o Dia dos Pais. Além disso, a sensação de que o pior da crise já passou, dá um novo alento às promoções do varejo nesta data.

 

Metodologia

  Pesquisa Serasa Experian de Expectativa Empresarial para o Dia dos Pais 2009 foi a campo entre os dias 6 e 10 de julho de 2009, com 1.011 executivos do setor do comércio de todo o país.

A pesquisa para o Dia dos Pais realizada pela Serasa Experian começou a ser desenvolvida em 2005. Trata-se de um levantamento estatístico com uma amostra de empresas representativas do setor do comércio, dos portes pequeno, médio e grande e das regiões Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul.

A pesquisa aponta que neste ano, em termos de expectativa para o faturamento, o Dia dos Pais está melhor que o Dia das Mães. Na perspectiva histórica, comparativa com os Dias dos Pais anteriores, este é o que tem a menor expectativa para o faturamento, desde 2007, quando 48%  viam evolução do faturamento no Dia dos Pais e em 2008 51%.

  • 2017 Serasa Experian. Todos os direitos reservados.