Últimas Notícias

Estudos de Inadimplência

Indicador Serasa Experian – Pedidos de falências voltam a níveis pré crise, mas se mantém elevados

08/07/2009

Apesar dos sinais cada vez mais consistentes de recuperação econômica, as empresas ainda não têm normalizado o financiamento de suas atividades. De acordo com o Indicador Serasa Experian de Falências e Recuperações, foram registradas no primeiro semestre de 2009, 1169 pedidos de falências. No mesmo período de 2008, foram verificados 1170 requerimentos.

O número de falências decretadas, por sua vez, apresentou queda na relação entre os acumulados. De janeiro a junho de 2009, foram 405 decretos, contra 482 nos seis primeiros meses do ano anterior. Segundo os analistas da Serasa Experian, mesmo com as empresas tendo dificuldades financeiras por conta da crise, não apresentam um quadro falimentar mais grave do que aquele registrado no 1º semestre do ano passado, quando a conjuntura econômica era outra, mais favorável. A utilização da recuperação tem sido uma alternativa à falência.

Os requerimentos de recuperação judicial somaram 391 eventos nos seis primeiros meses deste ano, acima dos 137 analisados no primeiro semestre de 2008. Para os técnicos, esse aumento deve-se aos principais efeitos da crise: menor oferta de crédito doméstica e internacional, queda da atividade econômica e recessão nas economias mais desenvolvidas.

Quanto às recuperações judiciais deferidas, houve 256 pedidos no acumulado de janeiro a junho de 2009, e 90 no mesmo período de 2008. Houve, ainda, 43 recuperações judiciais concedidas no primeiro semestre de 2009, acima das 6 concessões observadas nos seis primeiros meses de 2008. Ambas evoluindo por conta da crise.

Sobre as recuperações extrajudiciais requeridas, foram registrados 6 pedidos de janeiro a junho de 2009, 1 a mais que os 5 registrados no primeiro semestre do ano anterior. Ocorreram 3 homologações de recuperação judicial no primeiro semestre de 2009, contra 1 homologação, no mesmo período .

Variações mensal e acumulada

Em junho de 2009, foram registrados 224 pedidos de falência, abaixo dos 255 requerimentos verificados em maio último, e acima dos 195 observados em igual mês de 2008. De acordo com os especialistas, o requerimento de falência é maior em junho/2009 que no mesmo mês do ano passado, como consequência de casos afetados mais gravemente pela crise e pela possibilidade de utilização desse instrumento como pressão para cobrança. Os analistas ressaltam, ainda, que a inadimplência das empresas, mesmo perdendo fôlego nos últimos 2 meses, ainda se encontra em patamar elevado.

As falências decretadas, por sua vez, somaram 71 eventos em junho deste ano. Em maio de 2009 foram 75 registros, e no sexto mês de 2008, 74.

Quanto às recuperações judiciais requeridas, foram registrados 57 pedidos em junho deste ano, contra 70 em maio último, e 23 em junho de 2008. Segundo os analistas, o crescimento verificado na comparação junho 2009/2008, reflete os ajustes financeiros das empresas, diante da crise, com seus credores.

No que diz respeito às recuperações judiciais deferidas, no sexto mês de 2009 houve 42 pedidos deferidos, acima dos 38 analisados em maio último. Em junho do ano anterior, foram somados 20 deferimentos.

Sobre as recuperações judiciais concedidas, o levantamento registrou 7 eventos em junho deste ano, abaixo das 9 observadas em maio último. No sexto mês do ano anterior, não foi verificada nenhuma concessão de recuperação judicial. Os analistas destacam, que por serem etapas avançadas do processo, as recuperações deferidas e concedidas refletem a conjuntura anterior, ou seja, de pico da crise.

As recuperações extrajudiciais requeridas, somaram 3 eventos no sexto mês de 2009. Em maio deste ano não houve nenhum pedido de recuperação extrajudicial, e em junho de 2008, verificou-se 1 requerimento.

Em junho e maio de 2009, nenhuma recuperação extrajudicial foi homologada. No sexto mês de 2008, houve 1 homologação.

  • 2017 Serasa Experian. Todos os direitos reservados.