Últimas Notícias

Estudos Econômicos

Índice de cheques sem fundos bate recorde histórico no Brasil

18/06/2009

O Indicador Serasa Experian de Cheques Sem Fundos de maio bateu recorde histórico no número de cheques devolvidos a cada mil compensados. Foram registradas 25,2 devoluções de cheques a cada mil compensações, o maior número verificado desde 1991. Ao todo, foram devolvidos 2,49 milhões de cheques em maio deste ano, e compensados 98,74 milhões.

Na variação de maio sobre abril, o aumento verificado no número de cheques devolvidos a cada mil compensados foi de 13,5% (em abril/09 foram devolvidos 22,2 cheques por mil compensações). De acordo com os técnicos da Serasa Experian, sazonalmente, maio costuma registrar maior devolução de cheques em decorrência das vendas do Dia das Mães. Além disto, as compras parceladas da Páscoa e as despesas com os feriados prolongados do mês anterior também contribuíram para elevação da estatística de cheques devolvidos por falta de fundos no quinto mês do ano.

Na comparação de maio de 2009 com maio de 2008 o volume de cheques devolvidos a cada mil compensados aumentou 18,9%. No quinto mês do ano passado, houve 21,2 devoluções de cheques para cada mil compensações. Ao todo, foram devolvidos em maio de 2008 2,40 milhões de cheques, e compensados 113,19 milhões.

A devolução recorde do mês de maio fez com que, no acumulado de janeiro a maio de 2009, a taxa de devolução de cheques por insuficiência de fundos também registrasse recorde: 23,6 cheques para cada mil compensados, o maior número de devoluções para cada mil compensações registrado desde 1991 (ano de início do levantamento).

Para os técnicos da Serasa Experian, este recorde é reflexo dos efeitos da crise, tais como a elevação do desemprego e uma maior utilização do cheque pré-datado para compensar os ajustes na oferta de crédito. Ao todo, foram devolvidos 12,11 milhões de cheques de janeiro a maio deste ano, e compensados 512,73 milhões. Na relação dos 5 primeiros meses de 2009 sobre igual período de 2008, o número de cheques devolvidos a cada mil compensados cresceu 16,3%.

Apesar da elevação, os cheques sem fundos seguem ocupando a terceira posição no ranking de representatividade da inadimplência dos consumidores, atrás das dívidas com cartões de crédito e financeiras e das pendências com os bancos. De janeiro a maio, os cheques devolvidos por falta de fundos representaram 17,5% da inadimplência dos consumidores, abaixo da participação de 22,8%, verificada no mesmo período de 2008.

Os analistas ressaltam, contudo, que a expectativa de recuperação econômica no segundo semestre de 2009 deverá reduzir a inadimplência nos cheques ao longo dos próximos meses.

Nos Estados brasileiros

Veja abaixo o ranking de cheques devolvidos a cada mil compensados nos cinco primeiros meses de 2009, por Estado.

ESTADOS/REGIÕES JAN- MAI/2009
1 Acre 97,6
2 Maranhão 97
3 Roraima 91,2
4 Amapá 89,6
5 Sergipe 84,9
6 Tocantins 67,4
7 Rio Grande do Norte 63,5
8 Piauí 62,2
9 Paraíba 59,5
10 Pará 57,3
11 Alagoas 54,8
12 Mato Grosso 45,1
13 Rondônia 41,5
14 Amazonas 35,6
15 Bahia 34,8
16 Ceará 33,7
17 Distrito Federal 31,9
18 Goiás 30,1
19 Espírito Santo 26,7
20 Rio Grande do Sul 25,6
21 Pernambuco 24,9
22 Mato Grosso do Sul 24,3
Brasil 23,3
23 Minas Gerais 22,3
24 Paraná 21,3
25 Santa Catarina 20,4
26 Rio de Janeiro 19,3
27 São Paulo 18,3
1 REGIÃO NORTE 53,9
2 REGIÃO NORDESTE 39,6
3 REGIÃO CENTRO-OESTE 31,9
4 REGIÃO SUL 22,6
5 REGIÃO SUDESTE 19,5

  • 2017 Serasa Experian. Todos os direitos reservados.