Últimas Notícias

Estudos de Inadimplência

Inadimplência com cheques recua 1% até abril, revela indicador da Serasa

21/05/2008

Nos quatro primeiros meses de 2008 foi registrada queda de 1% no volume de
cheques devolvidos, por falta de fundos, a cada mil compensados, quando
comparado com o mesmo período do ano passado, em todo o país. Segundo o
Indicador Serasa de Cheques sem Fundos, de janeiro a abril deste ano foram
devolvidos 20 cheques a cada mil compensados, enquanto no acumulado até abril
de 2007 foram 20,2 devoluções por mil cheques compensados.

Os cheques compensados totalizaram 473,73 milhões no primeiro quadrimestre
de 2008 e os devolvidos foram 9,49 milhões no período, apontou a Serasa, uma
empresa do grupo Experian. De janeiro a abril de 2007, houve 523,51 milhões de
cheques compensados, no país, e 10,6 milhões foram devolvidos por falta de
fundos.

Já na relação abril de 2008 com abril de 2007, houve alta de 5,6% no volume
de cheques devolvidos a cada mil compensados. No quarto mês deste ano, foram
devolvidos 20,9 cheques por mil compensados, e em abril do ano passado houve
19,8 devoluções a cada mil compensações.

Um total de 114,12 milhões de cheques foi compensado em abril deste ano e
2,38 milhões, devolvidos duas vezes por insuficiência de fundos, no país. Os
cheques compensados em abril de 2007 totalizaram 128,4 milhões, e os devolvidos
por falta de fundos foram 2,54 milhões.

A inadimplência com cheques ficou praticamente estável na comparação de
abril deste ano com março último, registrando uma variação positiva de 0,5%. Em
março de 2008, foram devolvidos 2,44 milhões de cheques, em todo o país, e
compensados 117,27 milhões, o que significa 20,8 cheques devolvidos a cada mil
compensados.

Análise

A inadimplência com cheques mostra um ritmo menor de queda no acumulado do
primeiro quadrimestre (1%). Este desempenho é coerente com o aumento de cheques
devolvidos na comparação de abril de 2008 com abril de 2007 (5,6%). No
trimestre, o recuo da inadimplência foi de 2,9%.

Para os técnicos da Serasa, o maior endividamento do consumidor, o aumento
da inflação – reduzindo a renda disponível para honrar dívidas – e a aceitação
de cheques pré-datados em prazos mais longos (por conta da elevação do IOF
sobre o crédito) e sem critérios, são os fatores que pressionam a inadimplência
com cheques.

Os indicadores de inadimplência serão influenciados favoravelmente com a
prática do cadastro positivo sobre o crédito. Essa nova metodologia
possibilitará o estabelecimento de políticas mais adequadas aos diversos
tomadores de crédito, o que significará maior segurança nessas transações e,
portanto, redução de custos e ampliação de recursos e abrangência, tanto para
pessoa física quanto para pessoa jurídica.

A Serasa, uma empresa do grupo Experian, é a maior empresa do Brasil em
pesquisas, informações e análises econômico-financeiras para apoiar decisões de
crédito e negócios e referência mundial no segmento. Participa ativamente no
respaldo às decisões de crédito e de negócios tomadas em todo o Brasil,
facilitando aproximadamente 4 milhões de negócios por dia, para mais de 400 mil
clientes diretos ou indiretos.

 

Nos Estados brasileiros

*Ranking de cheques devolvidos a cada mil compensados no 1º quadrimestre de
2008, por Estado.

ESTADOS/REGIÕES JAN-ABRIL/08

1 RORAIMA 81,8

2 ACRE 65,4

3 MARANHÃO 64,5

4 AMAPÁ 59,5

5 TOCANTINS 54,1

6 SERGIPE 50,2

7 ALAGOAS 48,5

8 RIO GRANDE DO NORTE 46,1

9 PARAÍBA 45,4

10 PARÁ 43,8

11 PIAUÍ 41,6

12 MATO GROSSO 36,8

13 BAHIA 31,0

14 RONDÔNIA 30,5

15 AMAZONAS 30,3

16 CEARÁ 27,0

17 DISTRITO FEDERAL 26,9

18 ESPÍRITO SANTO 23,2

19 GOIÁS 22,6

20 RIO GRANDE DO SUL 20,9

21 PERNAMBUCO 20,4

22 RIO DE JANEIRO 19,3

23 MINAS GERAIS 18,8

24 SANTA CATARINA 18,5

25 MATO GROSSO DO SUL 17,9

26 PARANÁ 17,3

27 SÃO PAULO 15,8

1 REGIÃO NORTE 41,8

2 REGIÃO NORDESTE 32,2

3 REGIÃO CENTRO-OESTE 24,8

4 REGIÃO SUL 18,9

5 REGIÃO SUDESTE 17,1

  • 2017 Serasa Experian. Todos os direitos reservados.