Últimas Notícias

Pesquisas Serasa de Perspectiva Empresarial

Empresários esperam o melhor Dia das Mães desde 2006, revela pesquisa da Serasa

02/05/2008

Os empresários do varejo nacional esperam um forte crescimento do
faturamento e das vendas físicas no Dia das Mães 2008, revela a Pesquisa Serasa
de Perspectiva Empresarial para o Dia das Mães. A expectativa para o bom
desempenho da data é a maior desde 2006. Do total de entrevistados, 54% esperam
aumento do faturamento em relação à mesma data de 2007, 38%, estabilidade e
apenas 8% aguardam queda. A evolução média esperada para o faturamento, neste
Dia das Mães, é de 14,8%.

Em 2007, 41% esperavam aumento do faturamento e 47% estabilidade em relação
à mesma data do ano anterior. Em 2006, na mesma referência, 37% dos empresários
aguardavam aumento do faturamento na data e 40% acreditavam em
estabilidade.

As grandes empresas são as mais otimistas, com 80% de seus empresários
apostando no aumento do faturamento ante 59% das médias e 49% das pequenas. Na
análise regional, os empresários do Norte (63%) e do Centro-Oeste (59%) são os
que acreditam em um faturamento maior na comparação com a mesma data de 2007. A
região Sul tem 57% de seus varejistas trabalhando com a perspectiva de aumento
do faturamento e o Nordeste e o Sudeste empatam nesse otimismo, com 51%.

Em relação às vendas físicas (volume de vendas), 56% dos empresários
entrevistados esperam aumento para o Dia das Mães 2008, 36% estabilidade e,
novamente, apenas 8% acreditam em queda. Em 2007, 47% esperavam elevação das
vendas físicas e em 2006, 35%. O acréscimo médio esperado nas vendas físicas no
Dia das Mães 2008 é de 14,4% em relação à mesma data do ano passado.

Novamente, as grandes empresas são as mais otimistas, na opinião de 82% de
seus empresários haverá um aumento das vendas físicas. Os empresários das
médias e pequenas empresas dividem um otimismo ligeiramente inferior, 60% e
53%, respectivamente.

Na avaliação por região, o Centro-Oeste registra o maior otimismo
empresarial em relação às vendas físicas, com 63% de seus varejistas apostando
na elevação. Na seqüência estão: Norte (59%), Sul (58%), Nordeste (56%) e
Sudeste (54%).

A Pesquisa Serasa de Perspectiva Empresarial para o Dia das Mães 2008 foi
feita pela Serasa entre os dias 02 e 10 de abril de 2008, com 1.010 executivos
do setor do comércio de todo o país.

A pesquisa para o Dia das Mães realizada pela Serasa, que há 40 anos
contribui para a evolução econômico-financeira do Brasil, começou a ser
desenvolvida em 2006. Trata-se de um levantamento estatístico com uma amostra
de empresas representativas do setor do comércio, dos portes pequeno, médio e
grande e das regiões Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul.

Empresários apontam as razões para o otimismo

Os empresários dividiram-se para justificar a boa perspectiva sobre o Dia
das Mães 2008. 50% atribuem ao ambiente macroeconômico favorável, com
crescimento da economia, aumento da renda e do emprego, e os outros 50%
respondem pelo aspecto microeconômico, por comercializarem produtos relativos à
data e por investirem em propaganda, promoções, variedade e lançamentos de
produtos.

Os presentes mais procurados e os financiamentos

Em todo o país, os presentes mais demandados serão roupas e acessórios, para
24% dos entrevistados; celulares e eletrodomésticos empatados com 22%; flores
(16%); perfumaria e cosméticos (5%) e eletrônicos (5%). Os demais – chocolates,
jóias, CD/DVD etc – foram apontados cada um por cerca de 1%,
individualmente.

Do total das vendas, 55% serão a prazo e 45% à vista, segundo os varejistas
de todo o Brasil. A composição das vendas a prazo ficou em: empatados com 32%
estão os cheques pré-datados e os cartões de crédito parcelados; financiamento
ou crediário 20%; cartão de débito parcelado 4%; cartão de loja parcelado 3% e
demais 9%. O cheque pré-datado e o cartão de crédito parcelado terão, em média,
4 parcelas. O financiamento ou crediário contará com a média de 16
prestações.

Nos magazines, o número médio de parcelas está superior à média do mercado,
com 7 vezes nos cheques pré-datados e de 10 nos cartões de crédito. Nas lojas
de móveis e decorações, os cheques pré-datados serão aceitos em 6 parcelas, na
média, e o cartão de crédito em 7.

A composição das vendas à vista será, dinheiro 37%; cartão de crédito 22%;
cheque 21%; cartão de débito 16%; cartão de loja 2% e outros 2%.

  • 2017 Serasa Experian. Todos os direitos reservados.