Últimas Notícias

Estudos de Inadimplência

Inadimplência do consumidor em janeiro de 2008 é 6,9% maior que em janeiro de 2007, segundo Indicador Serasa

14/02/2008

A inadimplência dos consumidores aumentou 6,9% em janeiro de 2008, em
relação a janeiro do ano passado, de acordo com o Indicador Serasa de
Inadimplência, que tem abrangência nacional. Em relação a dezembro de 2007, o
indicador apresentou redução de 1,4%.

As dívidas com bancos lideraram em janeiro de 2008 o ranking de
representatividade da inadimplência, com uma participação de 42,6% no
indicador. É a maior participação da inadimplência com bancos no Indicador no
primeiro mês do ano, desde 2003. Em janeiro de 2007 as pendências com
instituições financeiras representaram 36,2% da inadimplência dos consumidores,
e em dezembro último 42,8%.

Em segundo lugar na representatividade total da inadimplência aparecem as
dívidas com cartões de crédito e financeiras, que em janeiro deste ano tiveram
participação de 31%. No primeiro mês de 2007 esta modalidade de inadimplência
representou 31,6%.

Em terceiro lugar estão os cheques devolvidos por insuficiência de fundos,
com representatividade de 24% em janeiro de 2008, percentual menor do que o
registrado em janeiro do ano anterior, com 29,5%.

Fechando o ranking, os títulos protestados apresentaram 2,4% de participação
em janeiro deste ano, menor que os 2,8% obtidos no mesmo mês de 2007.

Valores médios das dívidas

Ainda segundo o indicador, as dívidas com cartões de crédito tiveram em
janeiro de 2008 um valor médio de R$ 354,34, com um aumento de 4,3% na relação
com janeiro do ano passado. Também apresentando crescimento, as dívidas com
bancos tiveram elevação de 4,8% na comparação entre janeiro de 2008 e janeiro
de 2007, com valor médio de R$ 1.378,21.

Quanto aos títulos protestados, em janeiro de 2008 tiveram valor médio de R$
934,20, o que representa crescimento de 14% no valor na comparação com o
primeiro mês de 2007. Já os cheques devolvidos registraram em janeiro deste ano
valor médio de R$631,15, com alta de 6,1% na relação com janeiro do ano
anterior.

Argumentação

O maior endividamento do consumidor, acumulado ao longo de 2007, mostra seus
efeitos no primeiro mês de 2008. O aumento sazonal da inadimplência, em
conseqüência dos pagamentos das despesas típicas de início de ano (IPTU, IPVA,
matrículas e materiais escolares), em 2008 está acima do registrado em mesmo
período de 2007 (5,1%). Essa a carga tributária mais pesada a cada ano,
especialmente nesta época, reduz a capacidade de pagamento do consumidor em
relação às dívidas assumidas.

Mesmo com a redução das taxas de juros, com o aumento do emprego formal (com
carteira assinada) e com a elevação da massa salarial no ano passado, o
consumidor inicia 2008 experimentando mais dificuldades para honrar seus
compromissos do que tinha em igual período de 2007. As facilidades de crédito
com o relaxamento em sua concessão, no ano anterior, podem ter contribuído para
os atuais problemas de inadimplência.

O crescimento do crédito não tem sido acompanhado pela necessária evolução
das informações positivas. Com a aprovação do Cadastro Positivo, essas
informações poderão ser consideradas e contribuirão para evitar a continuidade
do crescimento da inadimplência.

Metodologia

O Indicador Serasa de Inadimplência Pessoa Física, por analisar eventos
ocorridos em todo o Brasil, reflete o comportamento da inadimplência em âmbito
nacional. O modelo estatístico de múltiplas variáveis considera as variações
registradas no número de cheques sem fundos, títulos protestados, dívidas
vencidas com instituições financeiras e cartões de crédito e financeiras. O
Indicador Serasa de Inadimplência é divulgado mensalmente pela Serasa, desde
2002.

A Serasa, uma empresa do grupo Experian, é a maior empresa do Brasil em
pesquisas, informações e análises econômico-financeiras para apoiar decisões de
crédito e negócios e referência mundial no segmento. Participa ativamente no
respaldo às decisões de crédito e de negócios tomadas em todo o Brasil,
facilitando aproximadamente 4 milhões de negócios por dia, para mais de 400 mil
clientes diretos ou indiretos.

  • 2017 Serasa Experian. Todos os direitos reservados.