Últimas Notícias

Notícias

Serasa lança guia sobre como educar os filhos com orientações de especialistas no assunto

19/10/2007

A Serasa lançou, em 19 de outubro, o Guia Serasa de Orientação ao Cidadão – Saiba qual é sua
lição de casa para melhorar a qualidade da educação no Brasil
, que, no
final de novembro, será distribuído gratuitamente nas agências da Serasa em
todo o Brasil.

Para a elaboração da publicação foram entrevistados profissionais de
reconhecida competência no assunto (veja lista abaixo). O Guia, cheio de
ilustrações, tem uma linguagem bastante didática, com orientações práticas
sobre como educar os filhos desde a infância até a adolescência. É dividido em
sete capítulos: A difícil tarefa de educar; A escola é uma parte do conjunto
Educação; O papel dos avós; Eduque o paladar de seu filho; Educação para o sexo
é tarefa dos pais; Drogas em discussão; Cuidados com a internet.

O guia revela que para os educadores não há receitas e respostas simples
para a difícil tarefa a que adultos se propõem quando decidem ter um filho. Se
por um lado não há fórmulas prontas, por outro os pais têm de estar cientes da
responsabilidade que têm: formar cidadãos, com ética e valores morais, que
possam contribuir para a sociedade. “Pensar no futuro é papel dos pais”, afirma
a psicóloga Rosely Sayão. “Cada vez que ensinamos ou não algo a nosso filho,
estamos mexendo no futuro das próximas gerações”, diz.

Neste quesito fundamental, segundo especialistas, os pais têm falhado. E
qual a razão? Uma simples, mas poderosa palavra: ausência. “A família é o
primeiro ninho de socialização da criança. Hoje, o trabalho dos pais,
principalmente nas grandes cidades, aumenta a distância entre eles e seus
filhos”, afirma o filósofo e educador Mario Sergio Cortella. O problema não é
apenas o trabalho – o conceito de ausência deve ser estendido a casos de pais
que estão voltados para si, para suas ambições, para sua vida própria, para
seus sonhos.

O guia ainda discute a escola, que tem papel importante na educação da
criança. O problema, hoje, de acordo com os especialistas, é que há pais que
transferem para a escola toda a responsabilidade pela educação de seus
filhos.

“Hoje, os pais estão se “arresponsabilizando”. Não podemos confundir
educação com escolarização. Educação é um conjunto de vivências e relações
(religiosa, alimentar, de cidadania, entre outras), sob responsabilidade dos
pais. A escola é apenas uma delas”, afirma Mario Sergio Cortella.

O guia discute ainda o papel dos avós na educação das crianças, a educação
alimentar, sexo, drogas e internet. Os capítulos finais trazem informações
sobre a atuação da Serasa, são eles: Conheça a Serasa; Saiba como regularizar
pendências e os endereços do Serviço Gratuito de Orientação ao Cidadão em todo
o Brasil.

A publicação está disponível na internet e pode ser acessada no endereço
eletrônico www.serasa.com.br/guiaeducacao.

O Guia Serasa de Orientação ao Cidadão – Saiba qual é sua lição de casa para
melhorar a educação no Brasil é o décimo guia de orientação ao cidadão da Série
Serasa Cidadania, que tem o objetivo de investir em publicações que contribuam
para melhorar a vida dos brasileiros, alavancar o espírito de cidadania e
civismo e construir um país melhor.

Veja alguns colaboradores do guia da Serasa

Mario Sergio Cortella
Filósofo e educador, é professor titular do Departamento de Teologia e Ciências
da Religião da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP),
professor titular da pós-graduação em Educação da PUC-SP e professor convidado
da Fundação Getulio Vargas (FGV). Foi chefe de gabinete do professor Paulo
Freire na Secretaria Municipal de Educação de São Paulo, em 1990 e,
posteriormente, secretário da Educação, entre 1991 e 1992. É autor, entre
outras obras, de A situação atual da educação no Brasil, Não nascemos prontos!,
Nos labirintos da moral e A escola e o conhecimento.

Rosely Sayão
Psicóloga e consultora educacional, tem mais de 30 anos de experiência em
clínica, supervisão e docência. Autora de livros como Sexo: Prazer em
conhecê-lo, Sexo é sexo e o mais recente: Como educar meu filho? Presta
consultoria em escolas e empresas.

Içami Tiba
Médico psiquiatra, é professor supervisor de Psicodrama para adolescentes da
Federação Brasileira de Psicodrama e membro da equipe técnica da Associação
Parceria Contra as Drogas (APCD). É membro eleito do Board of Directors of the
International Association of Group Psychotherapy e conselheiro do Instituto
Nacional de Capacitação e Educação para o Trabalho “Via de Acesso”. Tem 17
livros publicados, entre eles quatro adotados pelo Ministério da Educação
(MEC). Entre suas obras estão: Quem ama, educa – editado também em Portugal, na
Espanha e na Itália –, 123 Respostas sobre drogas, Adolescência, o despertar do
sexo e o mais recente: Juventude e drogas – Anjos caídos.

Lidia Rosenberg Aratangy
Psicóloga e bióloga, foi professora e diretora da Faculdade de Psicologia da
PUC-SP; trabalha, desde 1975, com psicoterapia, especialmente de casais e
famílias. É representante da comunidade acadêmica no Conselho Estadual de
Entorpecentes e foi assessora do MEC. É autora, entre outras obras, de O sexo é
um sucesso, Doces venenos, conversas e desconversas sobre drogas, O prazer e o
pensar, Tá na roda, uma conversa sobre drogas e Livro dos avós.

Jocelem Mastrodi Salgado
Professora titular de nutrição do Departamento de Agroindústria, Alimentos e
Nutrição da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq), da
Universidade de São Paulo (USP) e presidente da Sociedade Brasileira de
Alimentos Funcionais (Sbaf). É autora de livros como Previna doenças: Faça do
alimento o seu medicamento, Alimentos inteligentes, A Alimentação que previne
doenças – do pré-natal ao 2º ano de vida do bebê e A Alimentação que previne
doenças – da pré-escola à adolescência.

Cláudia Costin
Graduada em Administração Pública, Mestre em Economia e Doutora em
Administração Pública pela Fundação Getulio Vargas (FGV), foi vice-presidente
da Fundação Victor Civita, secretária de Cultura do Estado de São Paulo,
ministra da Administração Federal e Reforma do Estado, além de gerente de
políticas públicas do Banco Mundial. Foi professora na FGV, na PUC-SP, na
Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e na Universidade de Brasília
(UNB). Atualmente, é professora visitante da Escola Nacional de Educação
Pública da Universidade de Quebec, no Canadá.

Ronaldo Laranjeira
Graduado em Medicina pela Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal
de São Paulo (Unifesp), é phD em Psiquiatria pela Universidade de Londres.
Atualmente, é professor da Unifesp e coordena a Unidade de Pesquisa em Álcool e
Drogas (Uniad), em parceria com a universidade. É especialista em dependência
de drogas e alcoolismo.

Thiago Tavares Nunes de Oliveira
Professor da Faculdade de Direito da Universidade Católica de Salvador, é
conselheiro e coordenador do núcleo de pesquisa do Instituto Brasileiro de
Política e Direito da Informática (IBDI) e faz parte da comissão da Secretaria
Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República, que elabora um plano
nacional de enfrentamento da pedofilia e da pornografia infantil na Internet. É
presidente da SaferNet Brasil, associação que atua na área de combate aos
crimes pela Internet.

Albertina Duarte
Mestre e doutora em ginecologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de
São Paulo (USP), coordenadora do Programa Saúde do Adolescente e da área
técnica da Saúde da Mulher da Secretaria de Estado da Saúde e chefe do
ambulatório de ginecologia da adolescente da Faculdade de Medicina da USP. É
consultora, desde 1988, da Organização Mundial da Saúde e da Organização
Panamericana da Saúde para assuntos da adolescência e é membro da Federação
Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo). Autora, entre outras obras,
de “A adolescente está ligeiramente grávida, e agora?” e “Gravidez na
adolescência”.

  • 2017 Serasa Experian. Todos os direitos reservados.