Últimas Notícias

Estudos Econômicos

Comércio registra o maior faturamento desde 2004, impulsionado por combustíveis e Copa do Mundo

26/06/2006

Estudo elaborado pela Serasa, com base nos balanços demonstrativos de cerca
de 10 mil empresas do setor da indústria, comércio e serviços, encerrados no
primeiro trimestre de 2006, 2005 e 2004, apontou evolução de 6% este ano no
faturamento das empresas dos três segmentos juntos.

Dentre os setores, o destaque foi o Comércio que apresentou crescimento de
10,5%. Quando desconsiderado o desempenho dos combustíveis, o crescimento das
vendas passa para 6,6%. As vendas de combustíveis foram beneficiadas pelo
reajuste de preços praticados no período, apesar da queda na renda agrícola e
pelo maior uso de gás natural. Outro destaque do comércio foi o segmento
eletroeletrônico, impulsionado pelas vendas de televisores em função da Copa do
Mundo.

A Indústria apresentou crescimento de 5,8%, entretanto, ao isolarmos o
desempenho dos combustíveis, a situação evidenciada é uma queda representativa,
de 9,8%, com destaque para os segmentos siderúrgico e têxtil. O siderúrgico foi
afetado pela redução nas vendas internas e pela apreciação cambial nas
exportações, apesar do aumento em volume, favorecido pela expansão da economia
mundial. O têxtil sofreu o impacto da apreciação cambial nas exportações e
retração interna pelo aumento das importações. Em contraponto, o setor de
combustíveis revelou desempenho positivo, pelo aumento da produtividade e dos
preços.

O setor de serviço demonstrou acréscimo de 2,6%, sendo o menor desempenho do
estudo. Desconsiderando o segmento de energia, o crescimento foi de apenas
1,5%, acompanhando o desempenho da economia doméstica. O segmento de energia
revelou crescimento beneficiado pelo aumento de consumo, principalmente
comercial e residencial.

A energia, compreendendo os combustíveis e a energia elétrica, tem peso
importante no desempenho dos setores e, se excluída, mostra uma retração de
2,6% no faturamento do primeiro trimestre de 2006 do total dos setores.

 

  • 2017 Serasa Experian. Todos os direitos reservados.