Últimas Notícias

Responsabilidade Social

Telefone especial para surdos amplia inclusão de deficientes auditivos que trabalham na Sede Serasa

21/12/2005

Um aparelho de telefone público, especial para surdos, instalado
recentemente na Sede Serasa, é mais um benefício aos participantes do Processo
Serasa de Empregabilidade de Pessoas com Deficiência. O TDD (Telecomunication
Device for the Deaf – sigla em inglês equivalente a aparelho de telecomunicação
para surdos), consiste em um teclado e um pequeno monitor de cristal líquido,
acoplado a um telefone público comum, por meio do qual as mensagens podem ser
digitadas e lidas.

O aparelho pode se interligar a outro TDD diretamente, possibilitando a
comunicação entre duas pessoas com deficiência auditiva ou de voz, sem o
auxílio de telefonista. As ligações também podem ser feitas para telefones
fixos ou celulares. No entanto, nesses casos, para se comunicar com alguém sem
deficiência auditiva ou de voz, a pessoa com deficiência precisa discar o
número 142. Uma telefonista atende à ligação e transmite a mensagem por voz ao
interlocutor. Esse, por sua vez, fala ao aparelho e a telefonista responde com
uma mensagem escrita. O usuário especial também pode receber ligações, desde
que a pessoa ligue de qualquer aparelho telefônico para o 142 e informe o
número do TDD.

Por meio desse aparelho, possível graças a uma parceria com a Telefonica, os
11 portadores de deficiência auditiva que trabalham na Sede Serasa ganham
autonomia para se comunicar com familiares, marcar consultas médicas, “falar”
com outros surdos à distância. O TDD foi instalado na portaria para que outras
pessoas da comunidade que necessitem se comunicar com algum portador de
deficiência, ou vice–versa, tenham fácil acesso, ao abrigo do sol e da
chuva.

“Empregar simplesmente um portador de deficiência é fácil. Mas para incluir
o mais plenamente possível essas pessoas é necessário ir mais longe: é preciso
dar-lhes todas as condições necessárias para que realizem bem seu trabalho. E
um aspecto muito importante é a comunicação e o acesso à informação. Do
contrário, não estaremos incluindo de fato”, afirma o presidente da Serasa,
Elcio Anibal de Lucca.

A Serasa desenvolve o Processo Serasa de Empregabilidade de Pessoas com
Deficiência, apontado, em 2003, como modelo pela ONU para inclusão de
portadores de deficiência no mercado de trabalho. Começa pelo treinamento para
que, uma vez efetivadas, as pessoas tenham perspectiva de crescimento pessoal
profissional. O prédio da sede, em São Paulo, foi o primeiro no Brasil a ser
certificado pela Fundação Vanzolini por conformidade à norma de acessibilidade
da ABNT, a NBR 9050.

A Serasa, maior empresa do Brasil em pesquisas, informações e análises
econômico-financeiras para apoiar decisões de crédito e negócios e referência
mundial no segmento, é reconhecida pelo seu modelo de excelência em gestão.
Comprometida com a cidadania empresarial, a ação da Serasa fundamenta-se em
princípios éticos e sociais de valorização do ser humano e no compromisso com a
construção de uma sociedade que harmonize as realizações econômicas com a
preservação do meio-ambiente. Oferece nas capitais e principais cidades do País
o Serviço Serasa Gratuito de Orientação ao Cidadão, por meio do qual as pessoas
têm acesso a todas as informações necessárias para regularização de pendências
financeiras.

  • 2017 Serasa Experian. Todos os direitos reservados.