Últimas Notícias

Estudos de Inadimplência

Cheques sem fundos mantêm o mesmo patamar nos últimos três meses, aponta estudo da Serasa

20/07/2005

Estudo da Serasa revela que, em junho de 2005, foram devolvidos por
insuficiência de fundos 19,1 cheques a cada mil compensados, em todo o país. O
índice de junho mostra o indicador de cheques sem fundos praticamente estável
nos últimos três meses. Em maio deste ano foram devolvidos 19,2 cheques a cada
mil e, em abril de 2005, o indicador de cheques sem fundos registrou 19,0
cheques devolvidos a cada mil compensados.

Comparado a junho de 2004, entretanto, o volume de cheques devolvidos a cada
mil compensados aumentou 30,8%. No sexto mês do ano passado, foram registrados
14,6 cheques sem fundos por mil. No mês, o número de cheques compensados
totalizou 174,4 milhões e de devolvidos, 2,5 milhões. Em junho de 2005, foram
devolvidos 3,1 milhões de cheques de um total de 162,1 milhões de
compensados.

Para os técnicos da Serasa, a estabilidade no indicador de cheques sem
fundos nesses últimos meses reflete a atual conjuntura da economia brasileira.
Por um lado, o maior comprometimento da renda com os empréstimos contraídos e
as elevadas taxas de juros afetam a capacidade de pagamento das famílias. Por
outro lado, a recente deflação, fruto da queda dos preços de alimentos, bebidas
e transportes, contribuiu para o aumento da renda disponível, o que colaborou
para a estabilidade na proporção de cheques devolvidos por insuficiência de
fundos em relação aos cheques compensados.

O comportamento do indicador sugere a necessidade de que as empresas adotem
melhores práticas para aceitação de cheques, em especial para o cheque
pré-datado. Essa modalidade de pagamento é um instrumento de crédito e, como
tal, requer a utilização de soluções adequadas de análise de risco, compatíveis
com a política de crédito praticada pela empresa.

No primeiro semestre

De janeiro a junho de 2005, o indicador de cheques sem fundos registrou alta
de 13,7% em relação ao mesmo período de 2004. No primeiro semestre deste ano, o
índice de cheques devolvidos foi de 18,2 a cada mil compensados, enquanto o
acumulado dos seis primeiros meses de 2004 registrou 16,0 cheques sem fundos a
cada mil.

O estudo da Serasa mostra que no primeiro semestre de 2005 foram compensados
980,0 milhões de cheques, dos quais 17,9 milhões voltaram por insuficiência de
fundos. No mesmo período do ano anterior, o número de cheques compensados
totalizou 1,04 bilhão, contra 16,7 milhões de cheques devolvidos.

  • 2017 Serasa Experian. Todos os direitos reservados.