Últimas Notícias

Estudos de Inadimplência

Volume de cheques sem fundos tem queda de 3,1% em janeiro, revela estudo da Serasa

02/03/2005

Levantamento nacional da Serasa revela que o volume de cheques devolvidos
por falta de fundos (a cada mil compensados) apresentou queda no primeiro mês
do ano. Em janeiro de 2005, foram registrados 15,3 cheques devolvidos por mil
compensados, um decréscimo de 3,1% em relação a dezembro de 2004, que
apresentou 15,8 cheques devolvidos por insuficiência de fundos a cada mil
compensados. Na comparação com o mês anterior, essa é a primeira queda do
indicador em janeiro nos últimos nove anos. No primeiro mês de 1996, houve um
decréscimo de 0,86% nos cheques devolvidos, em relação a dezembro de 1995. Nos
anos posteriores, o mês de janeiro sempre apresentou um comportamento de
alta.

Na comparação com o mês anterior, a queda registrada em janeiro deste ano em
relação a dezembro de 2004, foi a terceira consecutiva no indicador. Dezembro
de 2004 apresentou decréscimo de 3,0% em relação a novembro do mesmo ano, que
já havia caído 4,1% na comparação com outubro de 2004. Desde março de 2003, mês
em que o indicador atingiu o seu nível mais alto, de 17,6 cheques devolvidos a
cada mil compensados, a queda acumulada é de 13,2%.

De acordo com o estudo, em janeiro de 2005, foram compensados, em todo o
país, 168 milhões de cheques, dos quais, 2,57 milhões foram devolvidos por
falta de fundos. Em dezembro do ano passado, foram compensados, em todo o país,
185,6 milhões de cheques, sendo que 2,93 milhões foram devolvidos por falta de
fundos.

Os dados ainda apontam uma ligeira queda de 0,15% no volume de cheques sem
fundos, no acumulado dos últimos doze meses. Nesse período foram compensados
2,096 bilhões de cheques, em todo o país, dos quais, 33,16 milhões foram
devolvidos por insuficiência de fundos.

Na comparação com o mesmo mês do ano passado, o indicador também sinaliza
uma queda. No primeiro mês do ano passado, foram registrados 15,6 cheques
devolvidos a cada mil compensados. Houve, portanto, uma queda de 1,9%. Em
janeiro de 2004, foram devolvidos 2,78 milhões de cheques, de um total de 178,3
milhões de compensados.

Segundo os técnicos da Serasa, os resultados verificados no indicador de
cheques devolvidos foram influenciados pelo bom desempenho da economia. A
retomada do emprego e o aumento da massa salarial, a partir do segundo semestre
do ano passado, contribuíram para o aumento da renda disponível das famílias,
garantindo assim o pagamento dos compromissos assumidos para este início de
ano. O aumento do rendimento médio real e a desaceleração dos preços
administrados também influenciaram o aumento da renda disponível no primeiro
mês de 2005.

  • 2017 Serasa Experian. Todos os direitos reservados.